Muito mais do que segurança, os novos empreendimentos buscam trazer mais qualidade de vida aos moradores

Quem tem filhos e mora em grandes centros urbanos sabe o quanto vale morar em um condomínio que ofereça toda a infraestrutura de lazer necessária para entreter as crianças, sem que seja preciso ultrapassar os limites do empreendimento.

Até os 18 anos as crianças precisam de espaço para brincar, estudar e se divertir, o que motiva o interesse dos casais por esse tipo de estrutura, afirma Rejane Marchiori, da construtora Rossi .

À primeira vista, tamanho espaço e variedade de equipamentos pode parecer luxo, mas se pensarmos em comodidade e segurança, tudo muda de figura.

Além de porteiros, câmeras e a velha e querida piscina, os empreendimentos residenciais que mais parecem clubes trazem diferenciais para toda a família, como espaços para relaxamento, cuidados pessoais, eventos particulares, trabalho, estudo, esporte e convívio social.

A piscina tem raia ou prainha. A sala de ginástica ganha atributos profissionais, com aparelhos modernos e ergonômicos, além da existência de pista de cooper, quadras poliesportivas, de tênis e até mesmo golfe, afirma Caroline Teixeira, diretora de marketing e comercial da construtora Norcon .


Opções de lazer e serviço surpreendem

Em três construções da MBigucci , por exemplo, foram instalados sauna, half de skate, espaço gourmet, academia de ginástica, home theater, churrasqueira, forno para pizza, cyber room, sala de recreação infantil, salão de jogos adulto e infantil, sauna seca e vapor.

Há, ainda, empreendimentos com tenda para massagem, espaço mulher, pista de dança, espaço zen, lan house e espelho dágua, tudo cercado de muito verde, pracinhas e um moderno paisagismo, diz Robson Toneto, diretor de vendas da construtora MBigucci.

Para se ter uma ideia da quantidade de opções de lazer disponíveis nesse tipo de empreendimento, no Living Club Jardim do Golf, em São Paulo, os moradores contam com mais de 50 opções de lazer, distribuídas em quase 7 mil m² de terreno.

Criado pela Brookfield Incorporações , o condomínio tem complexo aquático, solarium, praça e uma academia Reebok. Em outro lançamento da incorporadora, o Ile Eco Life, no bairro do Morumbi, há até mesmo uma ilha verde com mais de 24 mil m².

Quem também aposta no segmento é a Rossi, com o Lumina Parque Clube, um residencial paulistano que conta com pet space (para os animais de estimação), cinema, redário, pista de bicicross, ateliê e garage band, um espaço de ensaio para os futuros artistas. Além disso, há um cuidado especial com o paisagismo, completa Rejane Marchiori, gerente de marketing da regional São Paulo.

De olho no crescente interesse do público por esse tipo de condomínio, a JHSF lançou em Salvador o Horto Bela Vista. Lá temos lazer completo e seguro. Piscina coberta e aquecida, fitness, sauna, salão de jogos, cinema, restaurante, brinquedoteca, salão de beleza e de festas gourmet, explica Luciano Amaral, diretor do empreendimento.

Mas atenção, antes de assinar o contrato, certifique-se que todos os espaços comuns serão entregues equipados para não ter surpresas e custos adicionais no recebimento das chaves.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.