Arquiteto cria moradia para skatistas que permite fazer manobras em todos os cômodos

Ousar, experimentar novas formas e materiais e dar vida a essas ideias inusitadas está no DNA de François Perrin. Depois de construir uma casa toda em madeira e policarbonato para um antropólogo e outra em um penhasco nas colinas de Hollywood, o arquiteto nascido em Paris, mas que estabeleceu sua vida profissional em Los Angeles (EUA), está no comando da construção de uma casa toda feita para realizar manobras de skate.

“A PAS House será uma construção como outra qualquer, com a diferença de que será a primeira totalmente adaptada para se andar de skate por todos os cômodos”, afirma o arquiteto.

A PAS House será a primeira totalmente adaptada para se andar de skate por todos os cômodos
Divulgação
A PAS House será a primeira totalmente adaptada para se andar de skate por todos os cômodos


Feito em parceria com o skatista e designer Gil Le Bon Delapointe, o projeto será a mais nova residência do ex-campeão mundial de skate e proprietário da marca Etnies, Pierre-André Senizergue, e ficará pronto no ano que vem. Em junho, um protótipo em escala real da casa foi apresentado em Paris no museu La Gaité Lyrique, durante a comemoração do aniversário da marca de skate.

Em comemoração ao aniversário da marca de skate Etnies, foi feito um protótipo em escala real da casa
Divulgação
Em comemoração ao aniversário da marca de skate Etnies, foi feito um protótipo em escala real da casa


O projeto terá todos os itens de um imóvel comum, porém eles sofrerão adpatações: as paredes se transformarão em rampas, as escadas terão corrimões e as camas e sofás vão funcionar como obstáculos. “Serão cerca 185 m² destinados à prática e à paixão pelo skate”, diz Perrin, que garante que a única dificuldade que teve foi conseguir permissão para construir o inusitado empreendimento em Malibu. “A casa em si não será problema”, completa.

As paredes da casa se transformarão em rampas, as escadas terão corrimões e as camas e sofás vão funcionar como obstáculos
Divulgação
As paredes da casa se transformarão em rampas, as escadas terão corrimões e as camas e sofás vão funcionar como obstáculos


Ainda, segundo o arquiteto, que deseja trazer a instalação da PAS (abreviação do nome do proprietário) House para o Brasil, o projeto é bastante simples e pode ser construído com investimento de US$ 500 mil a US$ 1 milhão (R$ 800 mil a R$ 1,6 milhão), dependendo do material escolhido .

Siga o Twitter do iG Delas

Curta o iG Delas no Facebook


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.