Moderno e antigo em harmonia na quitinete no Centro de São Paulo

No começo, morar na região central de São Paulo foi uma maneira de a advogada Denise Tunchel aproximar o trabalho dos estudos. “Não havia localização melhor. Tudo ficou mais perto e facilitou a minha vida.”

Mas mesmo depois de formada ela decidiu continuar no local. “São 25 minutos de caminhada para ir ao escritório”, diz Denise, que mesmo quando chega o final de semana não pensa em ir muito longe. “Há muita coisa por aqui, desde feiras livres, sebos, apresentações musicais e um comércio bem farto”, ressalta.

Quando volta para a casa, que divide com o namorado e duas gatas, aproveita para pensar quais serão as próximas aquisições que darão novos ares à decoração. “Tudo muda o tempo todo. Sempre que vejo algo diferente não resisto. O ‘apê’ ainda não está do jeito que quero, é um processo em andamento.” O resultado é um lar repleto de cores e muitos “cacarecos”, como ela costuma dizer. “Adoro toy art, livros e objetos com tons vibrantes”, afirma. A peça preferida, entretanto, é a mesinha de centro Chiclets, assinada pelo designer Felipe Reis. “Todos comentam e elogiam.”

Para acomodar toda a criatividade da advogada em um lar de 20 m² , ela precisou adotar diversas soluções para fazer o espaço render. Uma delas é a estante (Tok&Stok) posicionada na parede da sala. “Coloco tudo lá, o que evita a bagunça”, conta.

Outra escolha que fez diferença foi a cama, desenvolvida sob medida. O modelo fica suspenso, o que liberou cerca de 1,70 m de altura para o closet . Duas araras metálicas acomodam as roupas e ficam atrás da charmosa cortina de tecido. E anote a boa ideia: o varão é aproveitado como guarda-corpo. “Dessa forma, consegui delimitar as áreas e até colocar um sofá.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.