Estilo arquitetônico francês inspirou projeto de casa de campo em Vinhedo

Na construção de 850 m², erguida em Vinhedo (SP), as influências da Provence – região francesa conhecida por suas charmosas casas – aparecem na rusticidade das telhas e pedras , na cor das paredes , nas molduras das janelas e nos largos rodapés.

Casa de campo, em Vinhedo, projetada por Dado Castello Branco
Divulgação
Casa de campo, em Vinhedo, projetada por Dado Castello Branco
O jovem casal de proprietários deixou o arquiteto e designer de interiores Dado Castello Branco, responsável pelo projeto, bastante livre para criar. “Eles disseram apenas que queriam uma casa gostosa, com sete suítes, para aproveitar os finais de semana com as filhas pré-adolescentes e os amigos”, conta.

Com tamanha liberdade e um terreno de 3 mil m² com vista deslumbrante, ideias não faltaram ao profissional. Mas a influência francesa, fruto de seus estudos na École Spéciale d´Architecture, em Paris, acabou prevalecendo.

A pintura texturizada em ocre claro dá o tom da fachada, que ganha ares ainda mais rústicos com o revestimento de pedras em algumas das paredes. Seguindo a mesma linha, a telha cerâmica foi escolhida para a cobertura.

Iluminação e aquecimento são garantidos pelo vidro das portas e janelas – estas destacadas por folhas em tom de vinho e molduras cimentícias na cor cinza, características da arquitetura provençal, de acordo com Branco.

Na parte interna, o estilo aparece na delicadeza da decoração, no rodapé de madeira, medindo 25 cm, e nas molduras de gesso, com 18 cm de largura. Tudo branco, conforme a cartilha francesa.

No living, o ar bucólico é reforçado pelo piso de madeira de demolição, assim como no home theater , onde a estante desenhada pelo arquiteto também foi confeccionada com o material. A iluminação foi embutida no teto de gesso, mas o que traz mais charme às áreas sociais, na opinião de Branco, são as luzes indiretas dos abajures.

Integrada ao living, a varanda coberta ganhou piso de plaquetas cerâmicas, em perfeita harmonia com os móveis de madeira escolhidos para o ambiente. Do outro lado da sala, as cortinas escondem uma das maiores joias do projeto: um longo canal povoado por plantas aquáticas e emoldurado por um canteiro de pedras e vasos com espécies longilíneas.

Com o objetivo de valorizar a vista da região, o arquiteto optou por um solarium virado para a serra. Para os que preferem ficar na sombra, ele previu um pergolado junto à fachada e, sob a estrutura, uma churrasqueira e um forno de pizza. A piscina , com aquecimento a gás, foi revestida com pedra vulcânica hijau verde.

Serviço:

Dado Castello Branco
Tel: (11) 3079-2088

Veja outros projetos de casas de campo

Acompanhe mais novidades de arquitetura e decoração no twitter do Delas










    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.