Casa de praia projetada pelo arquiteto Marcio Kogan em Paraty, no litoral fluminense, ganha prêmio internacional

A baía de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, é conhecida por ter 365 ilhas, uma para dia do ano. Mas uma pequena ilha particular, próxima à cidade histórica de Paraty, ganhou um atrativo extra para que seus proprietários nunca mais a queiram abandonar: uma casa simples e inspiradora assinada pelo arquiteto Marcio Kogan.

A partir de duas grandes caixas de concreto aparente – marca registrada de seu trabalho -, que parecem flutuar à beira da praia, Kogan criou uma obra digna do primeiro lugar no Leaf Awards 2009, um dos mais importantes prêmios de arquitetura da Europa. A pedido dos proprietários, um jovem casal de colecionadores de mobiliário do século 20, a casa de 1.050 m² deveria ser um recanto funcional avesso ao óbvio, onde a família pudesse descansar nos fins de semana.

“Sugeri fazer um telhado convencional mesclado à natureza. Como resposta, soube que se trouxesse outra proposta desse tipo, estaria demitido. Adorei a possibilidade de fazer algo radical ali”, afirma o arquiteto, que, sentindo-se desafiado e livre para criar, deu asas à imaginação e ao bom gosto.
“A maior dificuldade acabou sendo o acesso ao terreno, pois só poderia ser feito de barco”, conta.

Traços simples valorizam a paisagem e peças de design

Tirando máximo partido de um único elemento com traços retos e acabamento simples, o arquiteto valeu-se das duas estruturas de concreto, interligadas por uma escada, para criar molduras naturais às belas paisagens da região, sem perder a conexão com o entorno.

Daí as janelas dos dormitórios, localizados na estrutura superior, ser feita com ripas irregulares de eucalipto, e a piscina revestida com pedras brasileiras, no térreo, se confundir com o próprio mar. “No caso dos quartos, o recurso - com toques de sustentabilidade - garantiu a entrada de luz natural e a ventilação na dose certa”, diz Kogan.

Quando a noite cai, a iluminação pontuada por spots, lanternas e lustres torna o visual um dos grandes diferenciais do projeto. Toda envidraçada e aberta para a praia, a parte inferior, onde foram acomodadas as áreas de serviço e estar, convida à contemplação.

Na decoração, as mesmas linhas retas e sóbrias da casa se refletem no mobiliário criado pelo escritório do arquiteto, o Studio mk27. Aparadores, mesas, armários e gabinetes ainda ganharam a companhia das peças de traços modernos de Lina Bo Bardi, Sérgio Rodrigues e Zanine Caldas, que fazem parte da coleção particular dos proprietários.

Veja na galeria de fotos abaixo mais detalhes do projeto.

Onde Encontrar
Cor e Forma - Tel. (11) 3816-6453 
Hugo França - Tel. (11) 3045-6575
Micasa - Tel. (11) 3088-1238
Studio mk27 - Tel. (11) 3081-3522

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.