Grandes edificações em mármore e calcário trazem os tempor áureos de Roma à Inglaterra

Reserve um tempo para conhecer as termas de Bath
Divulgação
Reserve um tempo para conhecer as termas de Bath
Difícil resistir aos encantos de Bath, cidade de veraneio inglesa, nascida como estação termal romana. O acesso é mais fácil de trem, que permite uma vista de cinema logo na chegada.

O local é cercado por sete montanhas e construções revestidas com calcário dourado. Pontos turísticos e casas da região apresentam grande influência da arquitetura romana, com imponentes colunas de concreto e arcos trabalhados nas fachadas.

Inclua no roteiro

Não deixe de reparar nos arcos internos da abadia de Bath
Divulgação
Não deixe de reparar nos arcos internos da abadia de Bath
Vale visitar as águas termais, marca registrada da cidade. São conhecidas como Roman Baths e foram construídas no século 12 por romanos que habitavam a região. Diversas características dos seus antigos moradores fazem parte da construção, com detalhes feitos com mármore, sacadas amplas, vitrais e arcos.

À noite, o espaço recebe uma iluminação especial. Mas é quando a água a 46°C encontra a superfície que o espetáculo fica completo – ela começa a evaporar e causa um efeito surpreendente.

Vale saber

Reserve algumas horas para contemplar os traços de uma das construções mais famosas da cidade, o Royal Crescent, projetado pelo arquiteto John Wood em 1767.

O projeto é formado por 30 mansões em estilo georgiano, marcado por ornamentação discreta, distribuição simétrica e entradas imponentes, com pórticos e escadarias.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.