Reformado por um casal de arquitetos, o apartamento no centro de São Paulo surpreende pelo tamanho dos ambientes

Os arquitetos Giuliana Martini e Lorenz Meili, do escritório Jameloprod, sempre gostaram da região central de São Paulo. Eles foram moradores durante anos do edifício Copan , assinado por Oscar Niemeyer e um dos ícones da arquitetura da cidade. Quando decidiram comprar um apartamento, começaram a buscar nos arredores e descobriram um simpático prédio de poucos andares e janelas amplas. A metragem generosa (200 m²) também foi um quesito decisivo. “Foram dois anos de procura, mas o resultado valeu a pena”, diz Meili.

Depois de fechar negócio, o casal encarou uma reforma completa, com direito a quebra de paredes e troca de revestimentos. Eles optaram por integrar todos os ambientes e isolar apenas os dormitórios.

A cozinha é aberta para a sala – os arquitetos mantiveram apenas uma parede, que acomoda uma pequena despensa. A cor usada para pintá-la foi o amarelo. “Como não há muitas divisórias, usamos algumas tonalidades diferentes para delimitar os espaços”, comenta.

A varanda é um dos destaques por ser extensa, possui cerca de 6 m de comprimento. Aliás, espaço é o que não falta para o filho do casal brincar e correr por toda a casa. “Essa área ampla faz muita diferença no dia a dia”, ressalta.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.