Quase sem divisórias, o apartamento de 72 m² virou um grande salão multiuso

A proposta da arquiteta Anna Cristina Uebele para esse apartamento de 72 m² foi radical: integrar quase todos os cômodos, eliminando as paredes que separavam a sala e os quartos – apenas um ficou com uma parede móvel -, deixando a casa mais espaçosa e pronta para receber convidados.

“Minha cliente adora receber, então tentei ampliar a sala ao máximo. Quando tem festas, ela pode abrir o painel basculante do quarto e os convidados sentam na cama.” Outra modificação ocorreu no banheiro dos fundos da casa, que foi transformado em lavabo para uso exclusivo das visitas.

O apartamento também é local de trabalho da moradora, que é designer de joias. Por isso, Anna Cristina montou um pequeno escritório na sala, onde livros e todo o material necessário fica à mão nas prateleiras e na bancada encostada na parede.

O revestimento mais rústico de tijolos e junta seca foi sugestão da arquiteta. “A sala estava muito clara, então propus fazer essa parede de tijolos para dar um ar mais moderninho, onde ela pode colocar um preguinho para pendurar as joias”, diz.

Confira outras matérias sobre aproveitamento de espaços pequenos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.