Mirna Zambrana

Construa e reforme com planejamento

Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

Iluminar é quase um dom

Saiba como e onde iluminar a casa para valorizar os ambientes

18/08/2010 07:57

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-

Foto: Divulgação

A iluminação tem que ser pensada de dia e à noite, por dentro e por fora da casa

Iluminar uma casa é uma tarefa muito especial. Um bom começo é utilizar boas lâmpadas e luminárias. Mas é necessário muito mais.

A arquiteta especializada em iluminação Rosane Haron, diz: “O início de uma boa solução de iluminação é a correta interpretação do projeto de arquitetura. É a leitura dos contornos dos espaços, dos cheios e vazios, dos claros e escuros. A luz está associada à emoção, é sinônimo de vida e conhecimento, é um estado de espírito.”

A iluminação tem que ser pensada de dia e à noite, por dentro e por fora da casa. Durante o dia, a idéia é explorar ao máximo a luz do sol. Boas aberturas, sejam nas paredes (janelas) ou no teto (domo ou zenital), contribuem para essa finalidade.

A entrada de luz pelo teto, embora bastante eficiente, deve ser usada com parcimônia e, se for o caso, associada a outros recursos. Não podemos esquecer que por onde passa luz também passa calor. Moramos em um país tropical, no verão um ambiente iluminado por grandes aberturas pelo teto, pode ficar quente demais, além de que a luz solar incidindo diretamente sobre algumas superfícies pode alterar sua cor, como no caso de tecidos e madeiras.

Projetos paralelos

Foto: Divulgação

Preste atenção na quantidade e no tipo de lâmpada que será usada para que a entrada de energia seja dimensionada de acordo com os seus planos

O projeto de iluminação deve começar junto com o projeto de arquitetura.

É necessário, pelo menos, ter uma ideia da quantidade e do tipo de lâmpada que será usado para que a entrada de energia seja dimensionada de acordo com essa expectativa. Claro que para o dimensionamento do quadro de luz devem ser considerados todos os outros equipamentos elétricos da casa, mas por hora, vamos nos deter na iluminação.

Nessa coluna vou abrir uma série de capítulos sobre ambientes e os tipos de lâmpadas com seus prós e contras. Certamente, não existe uma fórmula que possa ser aplicada a todos os casos.

Quando você for iluminar a sua casa, duas questões importantes devem ser feitas: quais as tarefas que faço à noite e preciso enxergar bem? Onde as faço? A resposta será uma dica: nesse local você precisa de luz.


 

 

 

 

 

Sobre o articulista

Mirna Zambrana - jbianchi@ig.com - Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo