Aparelhos como protetores de quinas e tomadas ajudam a minimizar o risco de acidentes domésticos

Acidentes domésticos são uma das principais causas de entradas em prontos-socorros pelo mundo. Entretanto, reduzir a possibilidade de fazer parte dessa estatística é simples. Bastam pequenas adaptações e a instalação de alguns acessórios pela casa como protetores de tomadas e de quinas, tapetes antiderrapantes e outros produtos facilmente encontrados no mercado e que garantem mais tranquilidade nos lares. Veja na galeria alguns exemplos.

Pensar em segurança é ainda mais importante quando crianças e idosos transitam pelos ambientes. Com isso, móveis e itens pontiagudos devem ser repensados na hora da decoração. “Uma criança muito nova não percebe todo o ambiente e dá mais atenção ao que está embaixo e na sua altura. Por isso, bate facilmente a cabeça e corre o risco de sofrer um acidente em quinas de mesa, por exemplo”, afirma Denise Xavier, professora do curso de arquitetura do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Leia também: Segurança na hora do lazer

Protetor impede a abertura da tampa do vaso sanitário e impede acidentes
Divulgação
Protetor impede a abertura da tampa do vaso sanitário e impede acidentes
Com grande variedade de formas e preços, há protetores que impedem desde o fechamento acidental de portas (evitando que dedos fiquem presos) até a abertura da tampa de vasos sanitários. Para suprir todas as necessidades da casa, entretanto, é preciso compreender o perfil dos moradores e quais riscos são mais eminentes.

“No caso de crianças, a proteção estará muito ligada à idade e ao comportamento de cada uma”, diz Glaura Pedroso, pediatra do Hospital da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “Contudo, um erro frequente que os pais cometem é achar que os pequenos já entendem onde estão as situações de risco. Este pensamento, na maioria das vezes, não coincide com a realidade e, por isso, proteger é a melhor saída”, afirma a pediatra.

Veja também: Casa segura para pets

Dentre os ambientes mais “perversos”, o campeão é a sala de estar , com sua mesa de centro, seus tapetes e bibelôs. “Os tapetes ficam soltos no piso e acabam gerando tropeços e quedas. Bibelôs ao alcance de crianças também são perigosos, já que elas podem engolir esses objetos”, diz Denise.

Para quem deseja ter uma casa segura , mas prefere não mexer no bolso, a saída é improvisar. “Algumas alternativas podem ser interessantes, baratas e de fácil aplicação. Uma delas é revestir quinas de móveis com espumas de piscina cortadas ao meio”, afirma Denise. Investir em protetores, no entanto, não significa dar fim aos tombos. A professora lembra que o indicado é retirar do ambiente possíveis obstáculos de risco e ficar de olho principalmente nas crianças.

Siga o iG Delas pelo Twiiter e fique por dentro das novidades em Decoração



Serviço:

Leroy Merlin
Rua Domingas Galleteri Blotta, 311 - São Paulo (SP)
Telefone: (11) 5613-2500

Telhanorte
Avenida Aricanduva, 6470 - Aricanduva, São Paulo (SP)
Telefone: (11) 4004-2444

Tok & Stok
Avenida Eusébio Matoso, 1231 - Pinheiros, São Paulo (SP)
Telefone: 0800-7010161

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.