Projeto de Ângelo Bucci, a casa em Ubatuba, flutua na copa das árvores, aberta para o mar

Na Praia do Tenório, um dos projetos que mais chama a atenção é a casa suspensa planejada por Ângelo Bucci para uma família da capital paulista
Nelson Kon
Na Praia do Tenório, um dos projetos que mais chama a atenção é a casa suspensa planejada por Ângelo Bucci para uma família da capital paulista
A cidade de Ubatuba, localizada a 234 quilômetros de São Paulo, é famosa por suas praias paradisíacas , boas ondas e chuvas constantes, que lhe renderam o apelido de “Ubachuva”. A natureza e topografia do local atraem não só os frequentadores, mas também arquitetos de renome, que fazem do local o cenário perfeito para seus projetos.

Na Praia do Tenório, um dos que mais chama a atenção que quem caminha pelas areias é a casa suspensa projetada por Ângelo Bucci para uma família da capital paulista.

Instalada em uma encosta com mata protegida pela legislação ambiental, a construção foi toda pensada para ficar suspensa. “Não tocar o solo era absolutamente necessário”, diz o autor do trabalho. No lote de 55 m x 16 m foram erguidos apenas três pilares de concreto armado para sustentar a casa . O desejo inicial do arquiteto, ainda com o projeto no papel, era levantar a estrutura com apenas dois pilares, ideia que acabou sendo barrada pelo engenheiro civil Ibsen Puleo Uvo.

Num declive de 50% em relação à praia, a casa possui quatro vigas instaladas sobre os três pilares-base que sustentam todas as lajes da construção, de modo que não foi necessário nenhum escoramento durante a execução do projeto. As lajes sem viga e os diferentes níveis da residência permitem que se aviste o mar de todos os espaços da casa .

O principal acesso à entrada é feito por um terraço na encosta superior – justamente a parte mais larga da casa, como se a obra estivesse de ponta-cabeça –, conectado com a rua por uma ponte. Essa solução permite que, de diferentes pontos, o morador possa ter a vista das árvores para o mar e as montanhas.


Bem distribuída
O programa de distribuição dos cômodos da casa é peculiar e foi concebido de acordo com o perfil da família. “São três volumes, todos pendurados. O mais alto é onde fica a suíte do casal, com vista privilegiada”. No segundo volume ficam os ambientes sociais e, no pavimento inferior, os três quartos de hóspedes. “Fiz um desenho que permite vista deslumbrante de todos os cômodos, isso foi possível graças a um jogo de desníveis”, diz o profissional.

A piscina , instalada na cobertura, é cercada por uma passarela, à esquerda, e por um deque, à direita, que leva a uma escada de 100 degraus para quem quer colocar os pés na areia. Haja fôlego.

MiGCompLinks_C:undefined

Siga o Twitter do iG Delas e curta a página no Facebook

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.