Banheiro aberto para o quarto

Arquitetos propõem integrar o quarto com o banheiro para tornar a suíte ainda mais ampla

Daniela Morás, especial para o iG |

A integração completa dos ambientes, que há algum tempo já é tendência nas salas e cozinhas, começa agora a ser incorporada também na área íntima, com a eliminação das divisórias entre o quarto e o banheiro. Assim, cria-se nas suítes amplos espaços de convivência do casal. “Os espaços cada vez menores quase que obrigam esse movimento”, afirma o arquiteto Maurício Nóbrega.

No apartamento projetado por Nóbrega, no Rio de Janeiro, o banheiro tornou-se um verdadeiro mirante com a troca da parede original por uma porta pivotante, que dá acesso à vista da janela do dormitório. “A abertura do banheiro permitiu que a Lagoa Rodrigo de Freitas ficasse visível da banheira e fosse refletida no espelho da bancada próxima aos lavatórios”, diz Nóbrega.

No caso da arquiteta Ingrid Stemmer foi preciso mexer na planta original do apartamento de 400 m², em Porto Alegre (RS), para unir quarto, banheiro e closet, num ambiente de 73 m², “Eliminei paredes e criei curvas para fazer a ligação de um lugar a outro”, conta Ingrid.

Integrado, mas com privacidade

Divulgação
Portas de correr dão as opções de amplitude e privacidade no projeto de Beatriz Dutra
A integração completa, porém, pode ser um risco à privacidade. Criar grandes janelas de vidro jateado, instalar veneziana ou portas de correr são opções menos radicais para unir ambientes com eficiência.

“Para continuar com certa privacidade, sempre faço a parte do vaso sanitário e do chuveiro fechados e integro apenas a banheira e a pia”, diz a arquiteta Beatriz Dutra. Já o arquiteto Gerson Dutra de Sá preferiu instalar uma parede de vidro na divisória entre o chuveiro e a saleta íntima do quarto.

Com essas adaptações, é possível se livrar de alguns problemas, como o barulho do secador de cabelos ou o vapor d’água. A questão da umidade é um dos maiores problemas a ser driblado nesses casos. “O quarto e o banheiro precisam ser muito bem ventilados”, frisa Beatriz. Caso as janelas não sejam suficientes, é preciso buscar um sistema de ventilação forçada, com exaustão eficiente.





    Leia tudo sobre: arquiteturabanheiro integradoquarto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG