Saiba como valorizar essa área de passagem e transformá-la em um dos destaques da casa

A área destinada ao corredor foi transformada em biblioteca pelo arquiteto chileno Enrique Browne. No lugar de divisórias convencionais, ele optou por estantes de madeira
Divulgação
A área destinada ao corredor foi transformada em biblioteca pelo arquiteto chileno Enrique Browne. No lugar de divisórias convencionais, ele optou por estantes de madeira
Lugar de passagem por natureza, o corredor não precisa ser um lugar sem graça e sem utilidade. Com mudanças simples e um pouco de criatividade é possível torná-lo um ambiente de destaque e até mesmo usá-lo como aliado na busca por mais espaço dentro de casa. “Há uma lista extensa de opções para quem deseja valorizar o local”, afirma a arquiteta Marina Fernanda Piti.

Uma delas é equipá-lo com itens funcionais, como ganchos para casacos, porta-guarda-chuvas e chapeleiras. Se o corredor for pequeno demais, escolha apenas um desses itens para não atrapalhar a circulação.

Apostar em uma composição de quadros também é uma boa sugestão, desde que seja harmônica. “O formato influi na escolha. Quadrados e círculos são mais recomendados para paredes menores. Vale colocar retratos de família e lembranças de viagens”, diz a arquiteta Raquel Klieger. Pontos de luz ajudam conferir ainda mais destaque às peças. “O importante é pendurar os quadros na altura dos olhos de quem está passando”, sugere Maria Fernanda.

Se a ideia for dar amplitude a corredores estreitos, espelhos serão bem-vindos. Outra solução para valorizar a área é apostar em prateleiras. “Elas são ótimas pedidas para exibir coleções ou organizar livros”, diz a arquiteta. Segundo Maria Fernanda, só é importante fixá-las no alto (a pelo menos 1,50 centímetros do piso) para não prejudicar a circulação.

Quem está com o orçamento apertado também pode comemorar. “Um papel de parede cheio de vida acaba com esse problema em poucos minutos. O investimento é pequeno e o resultado, incrível”, recomenda Raquel. Mas se o bolso estiver cheio, vale a pena investir em um bom projeto de marcenaria. “Painéis, uma pequena biblioteca e até armários embutidos são excelentes soluções e valorizam a área”, completa.

Em um de seus projetos a arquiteta Marina Conde aproveitou a área até mesmo para fazer um closet. “É totalmente possível se a largura do espaço permitir, desde que o cliente escolha bons profissionais para o trabalho”, ressalta.

Outra dica imprescindível é decorar o corredor de acordo com os setores da casa. “Se o ambiente levar à cozinha, recomendo colocar uma lousa para recados e receitas. Mas se conduzir ao quarto, nada melhor do que criar um clima intimista, com pouca luz, que remete ao descanso”, comenta Raquel.

O que evitar

Antes de comprar os itens que irão enfeitar o corredor, vale redobrar a atenção com alguns detalhes:

- Evite objetos ou plantas pontiagudas que poderão machucar quem passar desatento pelo local

- Móveis muito grandes também não são recomendados. Opte por peças menores, que deixe pelo menos 70 centímetros livre para a circulação

- Se cor colocar tapetes, cole adesivos antiderrapantes embaixo para evitar acidentes

- Por ser um local de tráfego intenso, opte por peças com cores mais escuras, que disfarçam melhor a sujeira


Serviço:

Enrique Browne

Érica Salguero
Rua Coelho Lisboa, 61, conj. 22 – São Paulo (SP)
Tel: (11) 2093-8658 / 9105-9225

Maria Fernanda Piti
Tel: (11) 3884-6176/8151-0600

Marina Conde
Rua Tabapuã, 888, conjunto 12/14 – São Paulo (SP)
Tel: (11) 3078-5648

Raquel Klieger
raquel@kg3d.com.br

Rogério Castro
Tel: (11) 7598-6694

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.