Imóvel de 800 m² no interior de São Paulo combina pedra bruta, madeira e vidro para unir-se à natureza

O casal com duas filhas queria um imóvel que os permitisse aproveitar a bonita paisagem no campo para receber amigos e parentes nos fins de semana. Assim nascia a residência de 800 m² projetada pelo arquiteto Gui Mattos na cidade de Monte Mor, em São Paulo. Dividida em dois volumes, a estrutura vale-se de diferentes materiais para delimitar as áreas íntima e social. A primeira, revestida por pedra bruta, abriga seis quartos e briquedoteca . Já a segunda, voltada à área social , é composta por estrutura metálica com tem pé direito mais alto e grandes panos de vidro que permitem a integração dos ambientes como o jardim e a piscina

Saiba mais: Conheça os arquitetos preferidos de Cauã Reymond e Claudia Abreu

A decoração do imóvel foi realizada pelo escritório Camila e Mariana Lellis Arquitetura e Interiores. A ideia principal era manter a mesma linguagem decorativa nos dois volumes. Para tanto, as arquitetas  apostaram em um estilo rústico que fosse aconchegante tanto no verão quanto no inverno. Muita madeira freijó apareceu nas peças do mobiliário e nos revestimentos dos ambientes, todos valorizados por um cuidadoso projeto luminotécnico (repleto de luzes indiretas).

A sala de brinquedos das filhas do casal foi mais um destaque do imóvel. “Nossa ideia era criar um ambiente bastante lúdico e de linguagem semelhante a do restante da casa. Investimos na madeira para os móveis e nas letras dos nomes das crianças fixadas na parede”, diz Mariana Lellis. Confira na galeria de fotos acima o resultado da reforma.

Veja também:

Como decorar com fotografias 

Cores claras trazem frescor e amplitude, mas exigem cuidado com a limpeza

Conheça a casa do jogador Oscar, no Brasil


    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.