Acertar na escolha da churrasqueira para evitar excesso de fumaça e garantir conforto e praticidade é essencial

Quem tem varanda gourmet sabe que o local é um dos melhores espaços para receber amigos em casa. E se tiver equipado com churrasqueira tudo fica ainda mais completo. Alguns apartamentos já contam com a infraestrutura básica, mas caso o seu não tenha, será preciso instalar pontos elétricos e hidráulicos (água e esgoto) próximos à bancada de apoio. 

Leia também: Aproveite mais a varanda

As tradicionais churrasqueiras de tijolo exigem um duto para a saída da fumaça, além do ponto elétrico para as lâmpadas e bandejas giratórias. “É fundamental que o duto entregue pelas construtoras seja mantido na mesma posição em todos os apartamentos. Portanto, pense bem no planejamento do espaço”, afirma Erica Salguero, arquiteta.

Outra opção possível caso a varanda não tenha duto pré-instalado é a churrasqueira com tijolo na parte inferior, coifa inox e fechamento lateral de vidro. Tal modelo pede um sistema de exaustão eficiente, de modo a evitar que a varanda fique repleta de fumaça o dia inteiro.“O exaustor não tem, necessariamente, sistema de filtro e purificação de o ar, ele apenas realiza a sucção e a gordura permanece. A escolha mais indicada é a coifa para a área gourmet, que exigirá a existência de uma saída de ar”, afirma a arquiteta.

Na hora de instalar o produto, cuide para que o duto de ventilação fique na altura mínima de um metro do ponto mais alto do prédio.  A mesma preocupação vale para quem escolher churrasqueiras a gás, pois o modelo também requer tubulação especial e exaustor de fumaça.

Existem modelos que exigem menos trabalho de instalação e ocupam pouco espaço no ambiente (lembre-se de que áreas com, no mínimo, 12,5 m² são as mais indicadas para receberem churrasqueiras). O modelo elétrico é uma destas opções práticas e funcionais. Portátil, não faz fumaça e necessita apenas de uma tomada por perto. Outra alternativa é investir no cooktop, dispensando a tradicional construção de alvenaria e instalando o produto em bancadas com tampo de granito, por exemplo. O custo de tamanha comodidade? Um investimento mínimo de R$ 4 mil. “A varanda ficará ainda mais completa na presença de uma bancada com pia e de um local de preparo dos alimentos, além da geladeira e mesa (ou balcão) para as pessoas se reunirem”, diz Anna Novaes, arquiteta do escritório Conseil Brasil.

A decoração do espaço gourmet é mais um aspecto a ser pensado. Varandas abertas devem receber móveis com estofados impermeabilizados , peças com estrutura de acrílico ou alumínio e pisos de fácil limpeza, para ser possível enfrentar as intempéries sem grandes desgastes. Além disso, itens como bancos, pufes e bancadas de apoio são ótimas alternativas para aproveitar ao máximo a área disponível. “Também é essencial ter em mente que o local pede uma decoração mais elaborada e contemporânea, fugindo do estilo “tijolinho aparente”. Por isso, é interessante abusar de cores vibrantes e móveis funcionais”, afirma Anna.

Saiba mais:

Como usar fotografias além do porta-retrato

O melhor piso para a área externa

Piscinas para se refrescar no calor


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.