Arquiteta aproveita todos os espaços, abusa de espelhos e não dispensa madeira na hora de conseguir conforto no imóvel

No apartamento de 66 m² reformado pela arquiteta Maithiá Guedes há espaço para tudo: living, sala de jantar, dois quartos, banheiros, cozinha, área de serviço e até uma varanda. A metragem reduzida do imóvel planejado para um jovem casal fez que a arquiteta abusasse de soluções na hora de economizar espaço. Uma delas foi investir no uso de nichos e prateleiras, conseguindo também mais praticidade. Outra saída foram os espelhos, usados na mesa de centro e nas paredes do imóvel.

Volte à matéria principal: Ambientes integrados ajudam a ganhar espaço: confira três projetos e inspire-se

A presença da madeira carvalho foi mais um item marcante no projeto. A arquiteta revestiu grande parte do piso do imóvel com o material e ainda o usou em bancadas, móveis e divisórias. O aconchego da decoração pode também ser encontrado no sofá (de linho) e na cortina (de camurça), ambos em tons claros de bege. Além disso, Maithiá otimizou o espaço da sala ao instalar uma bancada com prateleiras no espaço anexo à estante. “A parede era totalmente fechada, resolvi fazer um rasgo e conectar living e cozinha. O objetivo foi conseguir um apoio em refeições rápidas”, diz a arquiteta.

Outro ambiente que mostra total conexão com o living é a varanda – ligada por uma porta de vidro de correr, que além de economizar espaço aumenta a luminosidade. “O casal gosta de receber amigos e, por isso, pediu uma varanda integrada com mesa e cadeiras”, afirma Maithiá. O local da área externa ainda recebeu armários e prateleiras. Já a cozinha ganhou espaço com nichos e uma divisória de vidro para separar o ambiente da lavanderia.

Na suíte do casal, a arquiteta abusou de espelhos no guarda-roupa e nas laterais do painel da cama. Os espaços abaixo das prateleiras (em uma mistura de laca e madeira) foram aproveitados com pufes. O quarto infantil foi mais um ambiente que recebeu móveis planejados. Maithiá Guedes investiu em uma cama baixa repleta de espaços para guardar brinquedos e aplicou tecido na parede.

Leia também:

Como manter o criado-mudo organizado

Adaptações em casa ajudam a garantir velhice saudável

Organize o cantinho de estudo dos filhos


    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.