Conheça algumas soluções para poupar água e energia na sua casa e ajudar a salvar o planeta

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508155937&_c_=MiGComponente_C

O planeta está pedindo socorro. Durante anos, seguimos nossas vidas ignorando os avisos da natureza de que algo não ia bem. Agora, poupar recursos não é mais questão reservada aos ecochatos, mas de todos.
Se todos tomarem alguns cuidados, é possível reverter esse quadro. Ao utilizar água e energia de maneira responsável, além de ajudar o meio ambiente, você estará poupando dinheiro. Por isso, separamos aqui algumas dicas que podem ajudar.

Economize energia

Segundo dados da AES Eletropaulo, o que mais gasta energia elétrica em casa são geladeira (30%) e chuveiro elétrico (30%), seguidos por lâmpadas (15%), ferro elétrico (7%), lavadora (5%) e outros (13%).
Como a maior parte do consumo está concentrada nos eletrodomésticos , a melhor maneira de economizar é aproveitá-los melhor. Por isso, a primeira dica é utilizar aparelhos elétricos de acordo com as instruções do fabricante e, sempre que puder, fora do horário de pico do sistema elétrico (de 17h30 às 20h30). Quando for viajar, lembre-se de desligar a chave geral da residência.

Antes de comprar um novo produto, olhe sempre a etiqueta. Todos os eletrodomésticos possuem uma etiqueta que informa o quanto ele gasta de energia elétrica por hora (em Watts). Você também deve procurar produtos que tenham o selo Procel de economia de energia, que é um prêmio que estimula os fabricantes de eletrodomésticos a produzirem equipamentos cada vez mais eficientes e econômicos.

Mantenha as instalações elétricas em perfeito estado de conservação e faça manutenção elétrica periodicamente, principalmente em residências mais antigas. Evite o uso de benjamins que sobrecarregam as tomadas, aquecem os fios desperdiçando energia elétrica e podem causar acidentes.

Quando usar o aquecedor, ajuste o termostato de acordo com a temperatura ambiente. Evite aquecer muito a água nos dias quentes. Se esquentar demais e você tiver que misturar água fria, será desperdício. Ligue o aquecedor apenas o tempo necessário. Se possível, instale um timer para tornar automática essa tarefa.

Mantenha as portas e janelas fechadas ao usar o ar-condicionado , e regule o termostato na temperatura ideal, afinal, o frio ou calor máximo nem sempre são as condições mais confortáveis. Limpar os filtros periodicamente melhora a circulação do ar e consume menos energia elétrica.

Evite tomar banhos demorados e feche a torneira enquanto se ensaboa. Nos dias quentes, utilize o chuveiro com a chave na posição "verão". O consumo de energia elétrica é cerca de 30% menor do que na posição "inverno". Procure limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro.

Habitue-se a acumular a maior quantidade possível de roupas , para passar de uma só vez, pois ligar várias vezes ao dia desperdiça muita energia elétrica. Regule a temperatura do ferro elétrico, seguindo as orientações do fabricante, e inicie sempre pelas roupas que requerem temperatura mais baixa.

Deixe o ferro desligado quando não estiver em uso , mesmo por intervalos curtos. Reserve algumas roupas leves (nylon, lingerie) para serem passadas nos últimos dez minutos no final da operação, com o ferro desligado, pois ele ainda estará quente.

Instale a geladeira em locais bem ventilados, longe do calor e sem encostar nas paredes ou móveis. Evite forrar as prateleiras com plásticos, tábuas, vidros ou quaisquer outros materiais para não dificultar a circulação interna do ar frio. Não guarde alimentos e líquidos quentes , nem use recipientes sem tampa dentro da geladeira. Não abra a porta sem necessidade ou por tempo prolongado e retire os alimentos de uma só vez. Lembre-se de fazer o degelo periodicamente e ajustar o termostato de acordo com a necessidade. No inverno, a temperatura interna da geladeira/freezer não precisa ser tão baixa quanto no verão.

Aproveite a iluminação natural . Use cores claras no teto e nas paredes internas, pois elas refletem melhor a luz. Limpe regularmente as luminárias para ter um bom nível de iluminação. Na iluminação externa utilize fotocelulares para ligar e desligar automaticamente as lâmpadas. Prefira as lâmpadas fluorescentes compactas ou circulares, pois reduzem o consumo e duram até dez vezes mais que as lâmpadas incandescentes.

Limpe o filtro da máquina de lavar com frequência. Utilize a dosagem correta de sabão indicada pelo fabricante, evitando repetir operações de enxágüe. Desligue a televisão quando ninguém estiver assistindo. Na hora da compra, prefira os aparelhos que possuam "timer", para evitar dormir com o aparelho ligado.

Economize água

A escassez de água é um dos maiores motivos de preocupação atualmente, portanto, evite o desperdício. No banho, cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo. A economia é ainda maior se ao se ensaboar você fechar o registro. A água que cai do chuveiro também pode ser reaproveitada para lavar a roupa ou qualquer outra atividade da casa.

Ao escovar os dentes, não deixe a torneira aberta o tempo todo. Segundo a Sabesp, se você fechar a torneira enquanto escova os dentes e enxaguar a boca com um copo de água, economizará mais de 11,5 litros de água. O mesmo vale para lavar o rosto, mãos ou se barbear.

Evite dar a descarga sem necessidade , pois a cada acionamento, gasta-se de 10 a 14 litros de água. Por isso, não use a privada como lixeira ou cinzeiro. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.

Ao lavar a louça, primeiro limpe os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e, só aí, abra a torneira para molhá-los. Ensaboe tudo que tem que ser lavado e, então, abra a torneira novamente para novo enxágue. Só ligue a máquina de lavar louça quando ela estiver cheia.

Junte bastante roupa suja antes de ligar a máquina ou usar o tanque. Não lave uma peça por vez. Caso use lavadora de roupa, procure utilizá-la cheia e ligá-la no máximo três vezes por semana. Se na sua casa as roupas são lavadas no tanque, deixe as roupas de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar. Use água nova apenas no enxágüe. E aproveite esta última água para lavar o quintal ou a área de serviço. Ao lavar a roupa, aproveite a água do tanque ou máquina de lavar e lave o quintal ou a calçada, pois a água já tem sabão.

Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira. Para economizar, a rega durante o verão deve ser feita de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã.

Para limpar a calçada, prefira a vassoura ao invés da mangueira . Se houver uma sujeira localizada, use um pano umedecido com água de enxágue da roupa ou da louça. Já o carro deve ser lavado somente uma vez por mês, com balde e pano ao invés de mangueira. Se possível, evite lavá-lo durante a estiagem.

Cuide do seu lixo

Muitas coisas que geralmente vão para o lixo em nossas casas poderiam ser aproveitadas. Um bom exemplo são as cascas de frutas e legumes, que descartamos por julgarmos inúteis. No entanto, são alimentos nutritivos e que podem ser preparados de diferentes maneiras.

Vários sites oferecem receitas feitas com cascas de alimentos, como batata, mamão, banana, manga, laranja e melancia. Outro tipo de casca que pode ser aproveitada é a do ovo, que serve como adubo para as plantas.

A reciclagem do lixo também é importante, pois quase tudo que consumimos em casa pode ser reaproveitado. Embalagens de plástico, vidro, metal e papel, por exemplo, devem ser separadas e, caso sua cidade ou bairro não realize a coleta seletiva, é preciso levá-las até os locais que realizam a reciclagem.


Leia mais sobre: economia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.