A ideia de Jessie Lipskin era viver um estilo de vida mais sustentável e livre. Agora, a casa móvel está à venda por US$ 149 mil (cerca de R$ 557 mil)

Agora virou moda viver em casas móveis para poder estar sempre na estrada e até ser mais sustentável. Jessie Lipskin quis experimentar esse estilo de vida e passou três anos transformando um ônibus de 1966 em sua casa.

Leia também: Casa dobrável chama a atenção e pode ser levada para qualquer lugar

O ônibus reformado conta com banheiro, closet, cozinha e tem capacidade para até quatro pessoas
Divulgação
O ônibus reformado conta com banheiro, closet, cozinha e tem capacidade para até quatro pessoas


Inspirada pelo arquiteto Michael Reynolds, que constrói casas apenas com materiais recicláveis, Jessie quis fazer o mesmo. Quando ela encontrou o ônibus GMC Greyhound de 1966 no eBay, comprou-o na hora.

“Uma casa móvel me pareceu a melhor solução para viver de forma mais sustentável: eu poderia facilmente explorar novos lugares (encontrar uma moradia permanente, no curto prazo, não era uma prioridade para mim), e poderia continuar vivendo um estilo de vida vegano”, disse ela em entrevista ao site “Bored Panda”.

Jessie relata que chegou a cogitar comprar um trailer , mas eles não tinham a estética que ela estava buscando, por isso optou pelo GMC Greyhound, que ela poderia reformar e registrar depois como um trailer.

A reforma


Apesar de adorar projetos manuais e ter experiência e habilidade na área, Jessie revela que precisou de ajuda para a reforma.

“Eu não sabia fazer a parte de encanamento, elétrica e de marcenaria do projeto. E o grande desafio foi que eu tinha que me lembrar que era uma casa que se movimentaria, além do fato de o veículo ter curvas e janelas - tudo exigia adaptação”, conta Jessie. Esses desafios tornaram o projeto muito mais demorado.

Leia também: Tiny Houses – design e funcionalidade como novo estilo de vida

Mas acabou dando certo: quase três anos e mais de US$ 70 mil (por volta de R$ 262 mil) depois, ela finalmente conseguiu aproveitar sua casa móvel, onde mora desde janeiro. Jessie registrou toda sua jornada no Instagram, pela conta @thebustinyhome.

O local conta com um banheiro, um closet, cozinha e duas “áreas” para dormir (para até quatro pessoas), o que inclui o quarto. Além disso, há ar condicionado, aquecedor e água quente. O veículo também funciona normalmente.

À venda

Apesar de adorar morar numa casa móvel que ela mesma fez, Jessie disse ao “Bored Panda” que recebeu a oportunidade de morar fora dos EUA, onde ela vive atualmente, e, por isso, terá de vendê-la.

Leia também: Casa sustentável na prática: o que funciona ou não

O preço do ônibus completamente reformado e mobiliado (exceto por detalhes como os livros, quadros e almofadas de Jessie) é de US$ 149 mil (aproximadamente R$ 557 mil).

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.