Quando não há espaço para encher a casa de vasos, a saída é recorrer para arranjos menores, como terrários, bonsais e até jardins suspensos; veja como

Pouco a pouco, as plantas deixam de ser um elemento exclusivo de quintais e jardim e vão ganhando lugar na decoração da casa – e, não, não estamos falando apenas em vasos de flores espalhados pela sala. Por exemplo: segundo um levantamento do Pinterest , até o uso de plantas no banheiro tem se mostrado tendência, com um aumento de 302% no número de postagens relacionadas ao tópico salvas entre 2016 e 2017. 

Espalhar plantas de tamanhos variados pela casa é realmente uma forma interessante de fazer uma decoração no estilo “Urban Jungle” ( além de contribuir até para a saúde e o bem-estar de quem vive ali ), mas essa não é a única forma de se jogar na tendência e trazer um verdinho para o lar. De discretas a extravagantes, veja x maneiras de incorporar a natureza aos ambientes (spoiler: algumas podem até ser feitas em casa):

1. Terrário

Por serem fáceis de criar e de cuidar, terrários de suculentas são uma boa opção para incluir plantas na decoração
Reprodução/Pinterest
Por serem fáceis de criar e de cuidar, terrários de suculentas são uma boa opção para incluir plantas na decoração

As suculentas – plantinhas originárias de climas desérticos que lembram um pouco os cactos e, assim como eles, não precisam de tantos cuidados – se tornaram queridinhas de quem curte decoração nos últimos anos. Elas podem, sim, ficar em vasinhos separados, mas, por ser muito fácil criar novas mudas e replantá-las, uma boa ideia é organizar as suculentas em um simpático terrário.

É possível encontrar esse tipo de arranjo de diversos tamanhos para comprar, mas, com um pouquinho de habilidade manual e alguns instrumentos, não é tão difícil criar um bem personalizado em casa . Dessa forma, você pode inclusive usar recipientes “diferentões” e espécies à sua escolha. Para manter o terrário, o ideal é posicioná-los onde possam pegar bastante luz do sol e regá-los com um borrifador diretamente no substrato uma vez por semana.

2. Jardim vertical ou suspenso

Para criar um jardim vertical, é possível usar vasinhos, estruturas próprias para isso e até recipientes reciclados
Reprodução/Pinterest
Para criar um jardim vertical, é possível usar vasinhos, estruturas próprias para isso e até recipientes reciclados

Quem disse que plantas precisam estar sempre em vasos no chão? Para quem não tem muito espaço disponível dentro de casa ou quer fazer algo mais discreto, uma boa ideia é criar um jardim vertical ou suspenso. A primeira opção pode ser feita de várias formas diferentes, desde pequenos vasinhos simples presos à parede ou em prateleiras até estruturas próprias para jardins e hortas verticais.

Além de criativos, jardins suspensos ajudam a manter plantas fora do alcance de crianças e animais de estimação
Reprodução/Pinterest
Além de criativos, jardins suspensos ajudam a manter plantas fora do alcance de crianças e animais de estimação

Para jardins suspensos, a criatividade também pode rolar solta. Ele pode, por exemplo, ser feito em kokedamas, que são pequenas esferas ornamentais japonesas que misturam planta com musgo e são bem fáceis de manter. Combinando hastes de metal ou arames a pequenas tábuas de madeira, também é possível manter as plantinhas no ar de outras formas; basta usar a criatividade.

Além de os arranjos serem simpáticos, outra vantagem de manter as plantas suspensas ou presas bem no alto da parede é o fato de que, assim, elas ficam fora do alcance de crianças e animais de estimação, que podem ingeri-las acidentalmente e, dependendo da espécie da planta, ter uma reação ruim.

3. Bonsai

Os bonsais são mini árvores que dão um toque curioso ao ambiente, mas exigem bastante cuidado e atenção
Reprodução/Pinterest
Os bonsais são mini árvores que dão um toque curioso ao ambiente, mas exigem bastante cuidado e atenção

Feitos com uma técnica japonesa, os bonsais são, literalmente, mini árvores. Eles podem ser criados a partir de várias espécies de árvores diferentes, inclusive com flores e até frutos, e são uma boa opção para quem busca fazer uma decoração mais “clean”.

O processo de cultivar um bonsai do zero é bastante longo e relativamente trabalhoso, então o ideal é comprar um pronto e ter bastante atenção com os cuidados necessários, especialmente com a dosagem de água, já que eles devem estar sempre úmidos, mas nunca encharcados.  

4. Plantas “flutuantes”

Com um visual
Reprodução/Pinterest
Com um visual "clean", os quadros de plantas flutuantes são ótimos para uma decoração personalizada e até feita em casa

Se a ideia é ter algo que não precisa de cuidados constantes e nem de uma posição específica para receber luz do sol diariamente, uma opção interessante é o quadro com folhas e flores “flutuantes”. Como ficam prensadas entre duas lâminas de vidro, os elementos escolhidos para a peça aparentam estar “voando” no meio da moldura.

Para criar um quadro assim, primeiro é preciso escolher as folhagens, limpá-las com cuidado e cortá-las do tamanho desejado. Em seguida, elas devem ser colocadas no meio de um pano ou papel absorvente e debaixo de alguns livros bem pesados, permanecendo lá durante algumas semanas (e substituindo o pano quando necessário). Quando elas já estiverem bem sequinhas e achatadas, basta posicioná-las como achar melhor entre as lâminas de vidro e emoldurar.

De acordo com o último levantamento realizado pelo Pinterest sobre tendências de decoração, o número de ideias relacionadas a esse tipo de técnica tiveram um aumento de 396% de um ano para cá.

5. Papel de parede tropical

Papéis ou adesivos de parede são uma boa forma de dar um visual mais
Reprodução/Pinterest
Papéis ou adesivos de parede são uma boa forma de dar um visual mais "tropical" aos cômodos

Cansou de paredes lisas e quer dar uma nova cara a um cômodo? Papeis ou adesivos de parede costumam ser saídas interessantes para renovar os ambientes, e as plantas também podem entrar nessa, trazendo um ar “tropical” a ele.

Quem é mais ousado, pode escolher um papel ou adesivo de parede com estampa de plantas mais extravagante, coberto por diversos tipos de folhas em tons variados e fortes, enquanto quem é mais discreto pode optar por estampas mais suaves em cores claras. Ah, e saiba que ele é bem-vindo até em ambientes que costumam ficar no “básico”, como banheiros, por exemplo.

6. Gravuras

Gravuras também são uma boa maneira de incluir um verdinho nos cômodos, principalmente nas chamadas
Reprodução/Pinterest
Gravuras também são uma boa maneira de incluir um verdinho nos cômodos, principalmente nas chamadas "gallery walls"

As “gallery walls”, paredes decoradas com quadros de diversos tamanhos que “conversam” entre si – seja por terem um tom em comum ou pela estampa inspirada no mesmo tema – também estão em alta quando o assunto é decoração , e as plantas também podem entrar nessa, criando uma boa opção para quem é do time dos discretos. Nessa hora, basta escolher as estampas que agradam mais, que combinam entre si e estruturar direitinho a composição antes de pregar os quadros na parede.

    Leia tudo sobre: Casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.