Feitas de materiais reciclados, as casas em formato de casulo podem ser colocadas em qualquer lago ou rio de águas calmas, e ainda possuem painéis geradores de energia solar para que sejam sustentáveis; confira fotos

Já pensou em viver em um barco, acordando todos os dias e dando de cara com uma vista incrível no meio de um lago ou no mar, mas sem perder o conforto de uma casa normal e ainda levar uma vida que contribua para a sustentabilidade ? Se você acha que combinar tudo isso é impossível, este projeto de design está aí para provar que não é. Batizada de “Water Nest” (ninho de água, em tradução livre), essa casa flutuante pode ser instalada em qualquer lago ou rio, e ainda funciona utilizando somente energia solar.

Leia tudo sobre casa e decoração aqui!

A casa flutuante recebeu o nome de Water Nest, que, em português, significa
Reprodução/Giancarlo Zema
A casa flutuante recebeu o nome de Water Nest, que, em português, significa "ninho da água"

De acordo com o arquiteto italiano Giancarlo Zema, desenvolvedor da casa flutuante , a inspiração para criar esse projeto veio de observar algumas espécies de pássaros que montam ninhos na superfície da água e criam os filhotes em total harmonia com a natureza. A ideia é acomodar confortavelmente famílias de até quatro pessoas e ainda contribuir para a conservação do meio ambiente.

Detalhes do projeto

De acordo com o site do Water Nest, todos os casulos flutuantes são cobertos por 60 metros quadrados de painéis fotovoltaicos que geram energia solar suficiente para todos os utensílios domésticos da residência. Além de utilizar energia sustentável, o site afirma que essas casas também são 98% recicláveis, já que são feitas com madeira e alumínio reciclados (ambos, é claro, resistentes à água).

Segundo o criador, a inspiração veio de pássaros que fazem ninhos na água e vivem em harmonia com a natureza
Reprodução/Giancarlo Zema
Segundo o criador, a inspiração veio de pássaros que fazem ninhos na água e vivem em harmonia com a natureza

As casas sustentáveis existem em tamanhos diferentes. A maior delas tem 12 metros de diâmetro (já que têm formato oval) e 4 metros de altura, com área total de 100 metros quadrados, contando com as varandas, mas elas também podem ser encomendadas com 80 e 60 metros quadrados.

Leia também: Arquiteta transforma igreja do século 19 em mansão na Austrália; veja fotos

Podendo ter de 60 a 100 metros quadrados, a casa é feita de madeira e alumínio recicláveis e resistentes à água
Reprodução/Giancarlo Zema
Podendo ter de 60 a 100 metros quadrados, a casa é feita de madeira e alumínio recicláveis e resistentes à água

Segundo a descrição do projeto, o local é perfeito para funcionar como casa, escritório, bar, restaurante, loja ou até uma exibição.

Apesar de parecerem casas compactas do lado de fora, os casulos são, na realidade, bem espaçosos
Reprodução/Giancarlo Zema
Apesar de parecerem casas compactas do lado de fora, os casulos são, na realidade, bem espaçosos

Apesar de parecerem compactos quando vistos do lado de fora, os casulos são confortáveis e funcionais. O interior deles é construído com base nas necessidades de quem for comprá-lo, podendo incluir sala de estar, de jantar, mais de um quarto, cozinha e banheiros.

Leia também: Casa dobrável chama a atenção e pode ser levada para qualquer lugar

Segundo o site, as casas podem ter quartos, cozinha, banheiros e salas de jantar e de estar
Reprodução/Giancarlo Zema
Segundo o site, as casas podem ter quartos, cozinha, banheiros e salas de jantar e de estar

Os preços, porém, são bastante salgados: começam em 500 mil euros (cerca de R$ 1,8 milhões) e chegam a 800 mil euros (aproximadamente R$ 2,9 milhões), incluindo não apenas a estrutura, mas os móveis da casa flutuante. 

    Leia tudo sobre: Casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.