Esmaltes importados, SPA para as mãos e atendimento vip são diferenciais dos estabelecimentos especializados

* Alline Cury, de Paris, Beatriz Merched, do Rio de Janeiro e Yuri Ikeda, de São Paulo

Atualmente, fazer as unhas é muito mais que tirar cutículas e esmaltar. Já existem salões especializados na beleza das mãos, com propostas sofisticadas, mimos e até taças de espumante e cadeiras massageadoras – tudo isso, é claro, além de centenas de esmaltes importados como Chanel, Deborah Lippmann, OPI e Dior.

Inaugurado há pouco mais de dois meses, o Lilac Nails, em São Paulo, segue esse novo conceito. "Queria um lugar onde as clientes pudessem descansar, dar uma pausa na rotina do trabalho", explica a proprietária Luciane Chelegão. Ela diz que abriu o espaço porque sentia a necessidade de um lugar que oferecesse produtos de qualidade. "Quando frequentava outros salões, percebia que cada manicure tinha no seu carrinho só os produtos que ela mesma comprava”, diz. Como diferencial, o Lilac tem produtos de marca própria e um espaço separado para atender crianças, normalmente as filhas das clientes. Fazer a mão por lá custa a partir de R$ 20.

Nas prateleiras do
George Magaraia
Nas prateleiras do "Nail Bar", os vidros de bebidas foram trocados pelos de esmaltes
No “Nail Bar” da Clínica Beaux, no Rio de Janeiro, o chão é de mármore, a iluminação é intimista e há um cardápio com sucos e refeições orgânicas, além das prateleiras com cerca de 1500 esmaltes. É possível beber uma taça de espumante e relaxar nas cadeiras que fazem massagem durante os tratamentos para unhas – tudo isso a partir de R$ 44.

Em São Paulo, o minisalão conceito PicNicDri funciona há oito meses oferecendo um serviço top para as unhas, com centenas de cores de esmaltes. No melhor estilo butique, o espaço fica dentro da loja da estilista Adriana Barra, nos Jardins. Tem chão de grama sintética, decoração colorida, casinhas de bonecas e utensílios dispostos em cestas de vime. No Lilac os mimos também estão presentes: a água quente para a pedicure sai de um delicado bule de porcelana e os vidrinhos de esmaltes são guardados em cristaleiras.

Na carioca Beaux, os produtos usados são franceses, americanos e alemães, e cada cliente passa por uma análise do seu tipo de unha. O Nail Bar também oferece um Spa Deluxe, com esfoliação das mãos e unhas, hidratação e massagem, por R$ 120. Para hidratar as cutículas há o tratamento Nail Tape, com pedaços de silicone colocados por cima das unhas.

Acessório de moda
A criação desses templos de unhas segue uma tendência internacional. Os esmaltes ganharam importância, viraram objetos de desejo e acompanham o mercado da moda. Como exemplo, salões descolados e dedicados às unhas foram abertos em Paris e Nova York nos últimos dois anos. Até a rede de lojas Sephora oferece uma manicure express por apenas 3 euros, na compra de um vidrinho de esmalte ou “nail patch”, esmalte em adesivo .

Em parceria com a marca de esmaltes OPI, o Culture of Color oferece mais de 200 opções de cores e tem seis unidades na capital francesa. Já o Institut Manucurist, um dos precursores do movimento e inaugurado em 2005, preza pela qualidade de serviços e produtos. “Antigamente as francesas gostavam de usar cores transparentes, que deixassem as unhas à mostra. Hoje, a moda mudou e o esmalte virou um acessório. As parisienses andam abusando das cores mais fortes e ousadas”, diz Lisa Lebrat, proprietária. No salão, pintar as unhas custa 28 euros e a aplicação de unhas em gel, 105 euros.

Serviço :
Lilac Nails
(11) 3078-7970 – São Paulo

Clínica Beaux
(21) 3923-6300 – Rio de Janeiro

PicNicDri
(11) 2925-2300 – São Paulo

Culture of Color
www.cultureofcolor.fr

Manucurist Madeleine
www.manucurist.com

Sephora
www.sephora.fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.