Sucesso nos EUA e na Europa, conceito chega ao Brasil e conquista as apaixonadas por esmaltes

Amigas fazem as unhas e bebem drinques no Cosmopolish, em São Paulo
Edu Cesar/Fotoarena
Amigas fazem as unhas e bebem drinques no Cosmopolish, em São Paulo
Unhas feitas e drinques refrescantes. Essa é a proposta dos salões que oferecem o serviço “nail bar”. Enquanto a manicure trabalha nas unhas, as clientes podem relaxar consumindo bebidas alcoólicas – espumantes, vinho, Cosmopolitan e cervejas artesanais compõem o cardápio.

O conceito, já conhecido nos EUA e na Europa, chegou recentemente ao Brasil para alegrar as apaixonadas por esmaltes. “A ideia é proporcionar um ambiente condizente com a mulher de hoje”, explica Agnes Cruz, proprietária do recém-inaugurado Cosmopolish, em São Paulo.

Esmaltes, tablets – usados para acessar referências – e copos dividem a atenção das clientes. “Não é bem uma balada, talvez um ‘esquentinha’”, conta Stephanie Kim, diretora do Lily Nail Bar SPA, em São Paulo. Cerveja, espumante e ice [à base de vodca] são as bebidas mais pedidas.

Bancadas de bar, cadeiras altas, música alegre, mesas de apoio e poltronas confortáveis favorecem encontros animados de pequenos grupos. Flávia Sampaio, diretora da Beaux, no Rio de Janeiro, diz que muitas reservam o espaço para comemorações exclusivas, como aniversários. Mas o “nail bar” também serve de refúgio para uma escapadinha relaxante. “Marcamos de vir juntas no horário de almoço”, conta a diretora de arte Marina Garcia, 28 anos, acompanhada de três colegas de trabalho.

Bebidas, esmaltes importados e serviços especializados compõem o cardápio
Edu Cesar/Fotoarena
Bebidas, esmaltes importados e serviços especializados compõem o cardápio

Tablet é usado para acessar referências
Edu Cesar/Fotoarena
Tablet é usado para acessar referências

E se o esmalte é a estrela, não basta impressionar só com bebidas. Nesses salões especializados, centenas de vidrinhos são oferecidos às clientes, entre eles marcas importadas como OPI, Chanel, M.A.C, Dior, Bourjois e Revlon.

Muitas são as opções de serviços, e tudo depende do tempo disponível e preferências pessoais. É possível fazer a “rapidinha” apenas com esfoliação da cutícula e esmaltação, com duração de quinze minutos. No entanto, para boa parte da clientela, divertido é ousar. “Elas já estão quebrando as regras. Saem daqui com degradê, meia unha, na horizontal, ‘filha única’, invertida...”, lista Agnes.

Os preços variam entre R$18 e R$35 a unha simples. Alguns salões oferecem a bebida como cortesia e outros incluem o custo no pacote. Há ainda os estabelecimentos que trabalham com valores flutuantes, que aumentam durante o happy hour, após as 17 horas.

Vidrinhos das marcas internacionais Alessandro e Sally Hansen expostas na parede do Beaux, no Rio
Divulgação
Vidrinhos das marcas internacionais Alessandro e Sally Hansen expostas na parede do Beaux, no Rio

A bancada despojada do Lily SPA, em São Paulo
Divulgação
A bancada despojada do Lily SPA, em São Paulo

Onde encontrar salões com Nail Bar: SÃO PAULO: Cosmopolish (011) 3892-1910 | Detrich (11) 5041-1362 | Lily Nail Bar SPA (11) 3044-1735 | Unhas e Cores (11) 5052-7272. RIO DE JANEIRO: Beaux (21) 3923-6300 | Bertini & Bastos Hair Studio (21) 3282-5372

Leia também:
Top manicures indicam os esmaltes queridinhos do verão
Carolina Dieckmann lança moda em “Fina Estampa”
Fotos: 30 esmaltes vermelhos para arrasar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.