Cirurgia ainda é a melhor saída para quem quer eliminar a flacidez e aumentar os glúteos

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508735445&_c_=MiGComponente_C

Basta o inverno ir embora que já bate aquela vontade de colocar o biquíni, tomar sol, entrar na piscina e andar na praia. Porém, mais complicado do que achar uma folguinha na agenda para conseguir curtir o tempo bom é se sentir bem com o próprio corpo.

O IG Beleza traz diversas dietas, séries de exercícios, dicas de creme e outros assuntos que ajudam muito o corpo a ficar com tudo em cima, mas algumas partes do corpo não são tão simples de trabalhar, e o bumbum é uma delas (pois é, bem a parte do corpo que tanto nos preocupa, a mais elogiada pelos brasileiros). 

O mercado já oferece diversas terapias, massagens, técnicas e produtos para as mulheres que querem reduzir as celulites, eliminar a flacidez e diminuir o bumbum, mas e as mulheres que se sentem mal por ter pouco ou não ter bumbum, o que devem fazer?

O tamanho dos glúteos só pode ser aumentado naturalmente através da musculação, mas mesmo assim é algo difícil de se conseguir. Isto ocorre porque, por questões anatômicas, os músculos femininos são dificilmente exigidos nas atividades mais comuns como caminhar ou subir e descer ladeiras ou escadas, e mesmo as séries especiais de exercícios não proporcionam o resultado que essas mulheres querem alcançar.

A solução é contar com os procedimentos médicos e, dentre os mais conhecidos, o mais seguro e menos invasivo é a prótese de silicone no bumbum. O Dr. Alexandre Barbosa, cirurgião plástico, explica: As mulheres que querem salientar ou elevar essa área e as mulheres de mais idade que percebem o bumbum mais caído ou flácido com o passar dos anos são as adeptas desse tipo de procedimento.

Como os glúteos são mais suscetíveis a traumas, pois estão envolvidos em muitos movimentos (no simples ato de sentar comprimimos a região), o revestimento do implante de silicone para o bumbum é diferente: O implante usado é em gel, com revestimento liso e mais resistente. Além disso, como a prótese será introduzida entre os músculos glúteos, a proteção da musculatura diminui o risco de rompimento no caso de um traumatismo, explica o cirurgião.

Esse procedimento é tão simples quanto o implante de prótese nos seios e a cicatriz não fica visível, pois a incisão é feita entre as nádegas. Pela técnica utilizada, é uma operação que dura em média 90 minutos. Seu pós-operatório consiste em 24 horas de repouso e pede caminhadas a partir do segundo dia e ao menos dez dias de folga do trabalho.

Mas atenção: como em qualquer procedimento, é muito importante procurar um profissional experiente e capacitado para evitar surpresas desagradáveis. Nesse caso, é importantíssimo obter uma opinião embasada e confiável, já que só o médico saberá avaliar qual o melhor tamanho e o tipo de prótese mais adequado para cada corpo.

Sobre o Dr. Alexandre Barbosa:
Dr. Alexandre Barbosa formou-se em Medicina pela PUC Campinas, em 1991. Fez residência em cirurgia geral e plástica no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, e se tornou especialista em cirurgia plástica em 1996. Atualmente, é sócio-proprietário da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo.

Leia mais sobre: plásticas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.