Entenda por que, antes de escolher uma dieta, você tem que conhecer seu organismo e levar em conta sua rotina

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508701501&_c_=MiGComponente_C

Não adianta tentar igualar todo mundo. Assim como um corte de cabelo fica bom em uma pessoa e horrível em outra, uma dieta pode ser boa para alguém e até fazer mal para outra pessoa. Uma dieta boa é aquela que se adequa ao seu estilo de vida, ao seu organismo, às suas necessidades particulares.

Foi pensando nisso que Ana Claudia Montezino, nutricionista paulista, escreveu o livro Forma Light: Conheça a Dieta mais Adequada a seu Estilo de Vida . Conversamos com ela para saber um pouco mais sobre esse conceito.

Alimentar x Nutrir
Hoje em dia, estamos sempre no limiar da doença. Ou seja, a gente vive sempre saudável ¿ até adoecer. Essa não é uma escolha muito sábia, na verdade. O ideal seria que a gente mantivesse sempre nossos hábitos saudáveis, na alimentação, e isso significa: moderação, qualidade e consciência , explica Ana Claudia.

Alimentação não necessariamente significa nutrição. Nutrir o organismo é preocupação com a qualidade e com a consciência do que a gente come, e é isso que eu pretendo: mudar o conceito de alimentação , mostrando qual dieta é mais adequada a cada estilo de vida, através dos conceitos básicos das dietas mais famosas, conta a nutricionista.

O livro discorre sobre vários problemas de saúde, como ácido úrico, colesterol alto, diabetes, enxaqueca, gases, obesidade infantil, problemas de peso na gravidez etc., e mostra a melhor forma de se prevenir e se controlar estes problemas por meio da nutrição.

Bons hábitos é igual a boa forma
Uma pessoa que quer emagrecer tem que ser orientada sobre o que vem antes da dieta em si. As pessoas querem emagrecer, mas não consideram que isso envolve uma mudança de hábitos , diz Ana Claudia. Resultado? Um monte de gente fazendo a dieta da moda, sem nem pensar se ela se adequa à sua rotina ou ao seu estilo de vida.

Sim, grande parte das pessoas até sabe onde exagera: Ah, eu como doce demais, eu como muita carne. Mas aí não se dispõe a dosar, a negociar ou faz cortes radicais. A chave é o equilíbrio, diz Ana.

Caso a caso
A nutricionista explica que, por exemplo, antes de formular uma dieta, ela pesquisa se a pessoa tem a digestão boa, se seu metabolismo é bom, qual sua faixa etária, se tem algum problema de saúde etc. Só com essas variáveis é possível montar um plano correto e individual , adequado a cada organismo e estilo de vida.

Ana Claudia ressalta que o livro traz receitas para o dia-a-dia, para festas e também para outras ocasiões, enumerando, portanto, várias opções de dieta . Nada melhor do que um especialista para indicar qual o melhor regime para você. Impossível você não encontrar uma dieta que é a sua cara!

Leia mais sobre: dieta

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.