Serviço fica dentro de loja em São Paulo e reúne produtos importados e as tendências para mãos e pés

Há sete meses a estilista Adriana Barra não sabia nada sobre esmaltes, muito menos gostava de ir à manicure. Mas entre um esmalte Chanel e outro ela se apaixonou pelos vidrinhos coloridos. Tanto que no último dia 12 de agosto, inaugurou o PicNicDri, um pequeno e charmoso espaço dedicado especialmente para um serviço top para unhas.

No segundo andar de sua loja, no bairro dos Jardins, em São Paulo, Barra reúne 400 vidros de esmaltes de mais de 20 marcas importadas. São lançamentos da Essie, Dior, Dolce & Gabbana, OPI, Zoya e muitos outros rótulos desejados. Mas não espere encontrar nudes e clarinhos. Assim como as criações em tecido de Barra, as coleções de esmaltes que ela seleciona são coloridas. “Trabalho com uma tabela Pantone [sistema de cor] com centenas de tons, 30 esmaltes não seriam suficientes”, diz.

O ambiente é mesmo uma cena de piquenique, com chão de grama sintética, flores e casinhas de bonecas como armários para os esmaltes. Os acessórios de manicure ficam dentro da cesta de vime e as clientes amolecem os dedinhos em xícaras coloridas com água quente.

Adriana diz que esmalte é um acessório e não abre mão da unha colorida. Mas nem sempre foi assim: “Não entendia as minhas amigas querendo ir fazer a unha”, revela. Tudo mudou quando ela começou a ser atendida pela manicure Gisele Camargo, hoje responsável pelo atendimento no PicNicDri. A manicure, além de domar as cutículas e formato das unhas de Barra como ninguém, a conquistou pelo carrinho cheio de novidades, como o ícone Jade, da Chanel. “Quando vi as cores diferentes me apaixonei. E quando amo, amo demais. Comecei a comprar, ganhar dos amigos”, diz.

Lindas e coloridas, as casas de bonecas viraram armários para guardar os esmaltes
Tricia Vieira / Fotoarena
Lindas e coloridas, as casas de bonecas viraram armários para guardar os esmaltes

Fazer a unha no espaço da estilista custa a partir de R$ 25. A vantagem, nesse caso, é usar e experimentar cores novas e produtos exclusivos sem ter que sustentar uma coleção de importados. “Achava desperdício comprar um monte de esmaltes e deixar em casa só para emprestar para as amigas”, explica Barra.

Adriana não aponta tendência de cores e não gosta de ler revistas de moda e beleza: “Me dá angústia”, diz. Para ela as pessoas agora não terão mais limites para colorir os dedos. Se o vermelho é o “pretinho básico” dos esmaltes, as combinações são a moda atual: cores diferentes nas mãos e pés ou ainda intercalar tons em cada unha.

O PicNicDri vai contar ainda com um menu de estilos, incluindo o “Unidunitê “ – cada unha de uma cor. Adriana também estuda trazer ao Brasil os adesivos que substituem esmaltes e já adianta que estão chegando os potinhos do esmalte da Lady Gaga feito por Deborah Lippmann. Nada mal para quem não gostava de manicure.



Adriana Barra
www.adrianabarra.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.