Indicações e cuidados necessários para se livrar de uma vez dos pelos nessa região do corpo

É hora de investir em tratamentos que pedem distância do sol
Getty Images
É hora de investir em tratamentos que pedem distância do sol
A remoção a laser dos indesejáveis pelos da virilha é uma alternativa cada vez mais popular entre as mulheres. Com o tratamento é possível ter uma pele lisinha e dar adeus aos puxões com cera. Além do benefício estético, a depilação ajuda a eliminar os doloridos e feios pelos encravados.

Como funciona: O laser passa pelas camadas superficiais da pele até atingir e queimar o bulbo capilar. Ele é atraído pela melanina (pigmento preto) e sua energia é convertida em calor - por isso o laser não é eficaz em pelos loiros, ruivos ou brancos. A sessão dura até 30 minutos na área da virilha e são feitas aproximadamente entre 4 e 6 sessões com intervalo entre 30 e 90 dias. Aplicações anuais de manutenção podem ser necessárias.

Quanto custa:  Cada sessão custa entre R$ 250 e R$ 500, mas as clínicas costumam fazer pacotes que barateiam o tratamento completo.

Tipos de laser: Há mais de um tipo de aparelho laser no mercado. Entre os mais comuns estão o Alexandrita, o Light Sheer e o Nd-Yag, que variam em sensibilidade e são usados de acordo com espessura do pelo e tom da pele. Para realizar o procedimento é necessário consultar um dermatologista.

Dor e incômodo: A dor varia de acordo com a sensibilidade de cada pessoa, mas, segundo especialistas, quem já faz depilação com cera consegue suportar sem sofrer muito. “Na escala de um a dez, a dor do laser pode chegar a seis”, diz o Dr. Abdo Salomão Jr, dermatologista. Depois de cada sessão a região pode ficar avermelhada, mas em geral melhora depois de um dia. Algumas pessoas sentem dor e incômodos também durantes os dias subsequentes à aplicação do laser.

Cuidados: Pacientes são orientados a não tomar sol no local pelo menos 30 dias antes e 15 dias após a aplicação. Do contrário podem aparecer manchas na pele. Métodos de depilação que arrancam os pelos - como cera, eletrólise e pinça - são desaconselhados entre as sessões de laser.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.