Ativo rico em ômegas auxilia no combate às estrias, marquinhas tão indesejadas e difíceis de serem removidas da pele

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508679595&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortográfico
Hidratar o corpo diariamente já é um hábito comum para muitas mulheres que gostam de manter a pele saudável e macia. Mas você sabia que pode aproveitar esse momento para ajudar a prevenir e amenizar as estrias?

As tais marcas indesejadas costumam aparecer nos seios, bumbum, coxas, braços e abdômen, e são resultado da quebra das fibras de colágeno e elastina , que após o rompimento na derme ficam desorganizadas e dão origem as linhas vermelhas e mais tarde que se tornam esbranquiçadas. Essa quebra pode ser decorrente de fatores hormonais, crescimento acelerado na puberdade, uso de alguns medicamentos, estiramento da pele durante a gravidez ou por causa do famoso efeito sanfona, quando a paciente emagrece e engorda com muita frequência e fica com a pele distendida e sem elasticidade, comenta a farmacêutica Giovana Barbosa.

Uma das formas utilizadas para amenizar e prevenir o problema, é recorrer à reposição de substâncias que ajudam a reorganizar o colágeno e elastina na pele . Uns dos princípios ativos que têm mais sucesso são os hidratantes - que fornecem colágeno e elastina à estrutura cutânea. A pele com estria possui colágeno e elastina, mas de forma totalmente desorganizada. Por isso, é mais importante fornecer substâncias que ajudam na reorganização das duas proteínas, para que voltem naturalmente à sua disposição na pele, comenta Giovana.

Apostando nesse princípio, o óleo extraído da planta Hippophae rhamnoides ( Sea buckthorn ), chamado NanoVit , tem sido incorporado em cremes e loções manipuladas voltadas para o combate as estrias . Ele contém substâncias que repõem componentes que auxiliam na reorganização do colágeno e elastina da pele. Rico em ácidos graxos poliinsaturados, da família dos ômegas 3, 6 e 7, contém ainda vitaminas com propriedades antioxidantes, como o tocoferol e o betacaroteno, explica.

Conheça um pouco mais sobre os benefícios de cada componente deste princípio ativo, que ajuda a prevenir e amenizar as estrias:

Ômega-7 (ácido palmitoleico): compõem os lipídeos da pele e fornece suporte à formação normal do tecido celular, isto é, mantém a pele íntegra. Importante à barreira cutânea, o ômega-7 tem efeito calmante e suavizante sobre a pele.

Ômegas-6 e 3 (ácido linoleico e linolênico): não são sintetizados pelas células da pele e funcionam como um nutriente à barreira cutânea. Adicionalmente, ômegas-6 e 3 são componentes estruturais da parede e membrana celular e ajudam na regeneração cutânea, dando firmeza, elasticidade e proteção.

Tocoferol: é uma das formas de vitamina E que está naturalmente presente na pele e desempenha importante função antioxidante. Tem atividade antiinflamatória e realça a atividade de enzimas da camada cutânea.

Betacaroteno: na pele é convertido em ésteres de retinol - um precursor da vitamina A - e é uma alternativa segura à pele. É um antioxidante poderoso e penetra facilmente dentro da epiderme em aplicação tópica, combatendo um tipo específico de espécie oxigênio reativa proveniente da luz do sol.

Gostou da novidade? Então consulte seu dermatologista e livre-se de vez das estrias

Leia mais sobre: estrias

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.