Publicidade
Publicidade - Super banner
Beleza
enhanced by Google
 

Dermatologista de estrelas dá dicas e recomenda tratamentos

Juliana Neiva ensina como cuidar da pele no inverno e demonstra aplicação do laser fracionado

Bia Amorim, iG Rio de Janeiro |

Léo Ramos
A dermatologista Juliana Neiva é a responsável pela pele de pêssego de famosas como Paola Oliveira e Carol Castro
Além da profissão, sabe o que Paola Oliveira, Luiza Valdetaro, Carol Castro e Isabel Fillardis têm em comum? A resposta é fácil e pode ser notada mesmo em high definition: uma pele lisinha e impecável.

Muito mais que a sorte de uma herança genética favorável, elas contam com uma poderosa aliada, a dermatologista carioca Juliana Neiva. “Todo dia a gente tem a oportunidade de cuidar da pele, que é o maior órgão do corpo. Ninguém pode conter o envelhecimento, mas é possível dar atenção a cada fase da vida, para que tenhamos qualidade ao longo dos anos”, diz a médica.

O alerta é válido principalmente para essa época do ano. Durante o inverno é preciso ter atenção e cuidados extras com a pele, que passa por um ressecamento natural. “Nesse período é comum você perder a oleosidade normal, que é uma barreira de proteção natural da pele. Com isso há uma facilitação de doenças como alergias, eczemas e coceiras”, explica Juliana, que recentemente esteve no Congresso da Academia Americana de Dermatologia, em Miami.

Divulgação/TV Globo
As clientes Carol Castro, Isabel Fillardis e Paola Oliveira
Mas para quem pensa que a estação é uma vilã no que diz respeito aos cuidados estéticos, a dermatologista desmitifica a ideia. Juliana, que tem 11 anos de experiência na área de cosmiatria - parte estética da dermatologia, garante que essa é a temporada ideal para vários tipos de tratamentos. “A brasileira quer estar sempre bem e deve aproveitar esse período para investir em aplicações que tenham restrição ao sol”, disse a médica, que recebeu a reportagem do iG em seu consultório, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao iG, Juliana Neiva dá dicas preciosas e fala sobre cuidados e tratamentos para essa época do ano, como a aplicação de laser que ministrou na atriz Luiza Valdetaro.


DICAS PARA CUIDAR DA PELE NO INVERNO

- O banho quente é o grande vilão do inverno, pois retira a "gordura boa" da pele. O ideal é que os banhos sejam mornos e rápidos;

- É muito bom, antes do banho, aplicar óleo de semente de uva nas partes mais ressecadas do corpo. Mas atenção: esse é um cuidado exclusivamente corporal, o produto não deve ser usado no rosto;

- Lance mão de sabonetes com hidratante. O efeito “leave-in” forma uma camada de proteção na pele. Aposte também em cremes de hidratação com penetração profunda, aplique até três minutos após o banho;

- Mesmo um rosto com acne precisa ser hidratado, essa questão foi destacada no último Congresso Americano de Dermatologia. Claro que as peles oleosas precisam de hidratantes com um toque mais seco e sem brilho (efeito matte).

- O rosto pede hidrantes específicos. Diferentemente do corpo, a face tem maior número de glândulas sebáceas, então um hidratante pesado pode obstruir os poros;

- Pessoas que têm histórico de alergia devem evitar o contato direto da pele com a lã. O ideal é colocar uma camisetinha de malha branca de algodão, já que uma de cor tem pigmento e pode causar alergia;

- Quem sofre de rosácea (pessoas com a pele mais avermelhada ou com o nariz mais granuloso) deve evitar vinho e sopas quentes, porque podem agravar o problema;

- Todas as estações têm peculiaridades, mas o protetor solar é fundamental em todas elas.

Léo Ramos
A atriz Luiza Valdetaro se entrega aos cuidados da dermatologista Juliana Neiva

 
TRÊS TRATAMENTOS PARA FAZER JÁ!
Durante o inverno, os tratamentos com laser mais forte são recomendados, uma vez que a pele está menos exposta aos raios de sol. Aliando a dermatologia tradicional a equipamentos de última geração, Juliana Neiva destaca os três “top” procedimentos da estação:
 

1) Triniti (de rejuvenescimento)
Tratamento de última geração realizado com três tipos diferentes de laser em um só equipamento, que promove a renovação da pele e melhora a textura. A luz intensa pulsada serve para vasos, manchas e poros abertos. A fracionada trata rugas profundas e também ameniza as falhas que surgem ao redor da boca, conhecidas popularmente como “códigos de barra”. E para terminar a radiofrequência, que dá uma sustentação e combate a flacidez do rosto e pescoço através do aquecimento das fibras colágenas e elásticas na parte mais profunda de sustentação da pele, o que induz a reformulação e produção de fibras mais resistentes.

2) Depilação a laser
Essa é a também chamada “depilação definitiva”. É uma época propícia, porque no inverno não há bronzeamento, já que o sol é absolutamente proibido durante o tratamento. As mulheres se beneficiam muito, principalmente aquelas que têm pelos encravados. É um método seguro e consagrado, que obtém resultado em seis seções, em média. A diminuição é gradativa.

3) Laser Fracionado (para estrias e cicatrizes de acne)
É um laser que tem penetração profunda. As estrias não desaparecem necessariamente – depende do tempo que elas estão lá e da qualidade da pele – mas podem ser minimizadas. As estrias aparecem por questões multifatoriais: genética, ganho e perda de peso, hormônios, todo tipo de estiramento de pele, como puberdade e gravidez. Cerca de 70% das mulheres podem ter estrias em algum momento da vida e quando a quantidade é grande, a pessoa tem maior predisposição a ter flacidez na área.
 

Leia tudo sobre: dermatologistapeleluiza valdetarodicasinverno

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG