Além de contribuir para a saúde, o óleo também atua como eficiente nutritivo cutâneo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508742244&_c_=MiGComponente_C

Todo mundo já sabe do potencial que o azeite de oliva possui para beneficiar a saúde, mas poucos conhecem a atuação do famoso ingrediente como aliado para manter a beleza. Ele, que é rico em propriedades antioxidantes, antiinflamatórias e vitamina E, pode fazer mais por você do que proporcionar mais sabor a uma refeição.

As prateleiras dos supermercados já demonstram a outra face do azeite. Produtos estéticos como hidratantes, óleos para massagem e sabonetes já colocam o líquido em suas composições pela série de benefícios. Utilizado antigamente como um poderoso emoliente, o azeite de oliva é capaz de nutrir a pele ressecada e minimizar a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce.

Mas, como isso acontece? Por possuir o ácido oléico em sua combinação, de acordo com o nutrólogo Dr. Daniel Magnoni, o azeite de oliva está apto a formar uma espécie de filme sobre a epiderme, reduzindo a perda de água sem dar nenhuma sensação de oleosidade. Ainda, é por sua característica antioxidante que a pele se torna possibilitada a retardar seu envelhecimento.

Enquanto o verão vem chegando e os cuidados com a pele pedem por maior atenção, uma boa ideia é não achar que o azeite de oliva só serve para a cozinha. Na estética, ele pode atuar como anti-rugas e hidratante, além de ser um ingrediente competente para melhorar a elasticidade e aumentar a vitalidade da pele. Ele também é indicado para banhos relaxantes e massagens, mas não se esqueça do protetor solar na hora de esticar a canga na praia.

Leia mais sobre: hidratação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.