Porque de branco, já basta o vestido que você vai usar no Réveillon

Entra ano, sai ano, a história se repete: o regime fica para a próxima segunda-feira, a matrícula na academia de ginástica é adiada para depois do corre-corre do final do ano e a meta de conseguir um bronzeado saudável, gradativo e natural é ameaçada pela falta de tempo livre. Sim, afinal de contas, são poucas as pessoas que conseguem reservar algumas horinhas de seus finais de semana para simplesmente deitarem sob o sol ¿ seja na praia, na piscina ou no quintal de casa.

A questão é que, como diz o velho ditado, a pressa é inimiga da perfeição. E quem deseja chegar com tudo em cima nas festas de final de ano, sobretudo quando o assunto é pele, deve começar a agir desde já. Porque uma coisa é certa: ninguém quer estar tão branca quanto o vestido na festa de Réveillon.

Nessa época do ano o tom dourado na pele é bastante almejado porque as pessoas querem mostrar mais o corpo ¿ e além de ser super charmoso e sexy, ele ajuda a disfarçar estrias, vasos, celulites e outras imperfeições, explica a dermatologista Ligia Kogos, da Clínica Ligia Kogos de Dermatologia. Por isso, o bronzeamento artificial pode ser um ótimo aliado de quem quer adquirir uma cor bacana em pouco tempo. As técnicas, inclusive, são estimuladas pelos dermatologistas, uma vez que costumam ser seguras e podem diminuir a ansiedade, evitando que as pessoas fiquem expostas excessivamente ao sol, alerta ela.

Além dos produtos que podem ser utilizados em casa ¿ como loções e hidratantes autobronzeadores -, o tom dourado de pele pode ser obtido em clínicas de estética ou de dermatologia. Nestes casos, são utilizados dois procedimentos: as máquinas de jet spray e as camas de bronzeamento. No primeiro caso, segundo a dermatologista, a substância utilizada é semelhante a um autobronzeador, não oferecendo, portanto, nenhum risco à saúde. Já no segundo, é preciso ter cautela. Quando o assunto é sol, bom senso é fundamental. Nestas camas, a pessoa também é exposta aos raios ultravioleta, diz. Para quem optar pelo uso doméstico dos autobronzeadores, Ligia dá a dica: peça ajuda para alguém espalhar o produto em algumas regiões, como as costas. Assim, evita-se manchas.

Outra alternativa para se obter o chamado efeito bronze é recorrer à boa e velha maquiagem. A maquiadora Virgínia Gregório, do Studio W do Iguatemi, em São Paulo, lembra que o bom resultado depende de uma pele devidamente limpa e hidratada. Geralmente indico o uso do pó bronze, que nunca deixa aquele efeito artificial. Só é preciso prestar bastante atenção na hora de escolher a tonalidade, explica. Para completar, basta usar gloss e sombra pratas, uma das cores que vão arrasar no verão 2008.

Leia mais sobre: bronzeamento



Serviço:

Clínica Ligia Kogos de Dermatologia
Avenida Brasil, 485 ¿ Jardim Paulista ¿ São Paulo/SP
Telefone: (11) 3052-3551

Studio W ¿ Shopping Iguatemi
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2232 ¿ 9º andar - Jardim Paulistano ¿ São Paulo?SP
Telefone: (11) 3094-2640

Agradecimentos:

Onofre Megastore
Avenida Paulista, 1257 ¿ Bela Vista ¿ São Paulo/SP
Telefone: (11) 3251-5252

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.