Esfoliantes que você encontra no mercado ou pode fazer em casa ajudam a garantir uma pele mais macia e saudável

Aliado do bronzeado perfeito e da pele macia, o esfoliante ainda desperta muitas dúvidas. Disponível no mercado em vários formatos: sabonete, creme e até óleo, o produto auxilia na renovação da derme, e usado da maneira correta só traz benefícios.

“O que o esfoliante faz é retirar as células mortas da pele com ação mecânica”, explica a dermatologista Gabriella Vasconcellos. As células da pele têm um ciclo de vida de 21 dias. O esfoliante também ajuda a retirar as bactérias que se acumulam na pele. “Com esse processo, novas células são produzidas”, diz Amilton Macedo, dermatologista. Dessa forma você deixa a pele como nova, pronta para receber hidratação, tratamentos ou para bronzear.


Os movimentos na hora da aplicação precisam ser circulares e suaves. “Movimentos muito bruscos vão aumentar a abrasão, podendo causar muita irritação e até arranhões na pele”, explica Macedo. Observe as instruções de uso na embalagem do produto: alguns podem agir melhor na pele úmida, outros na seca.

Mas nada de exagerar no uso do esfoliante. “Esfoliar a pele muitas vezes em um curto intervalo de tempo pode tirar os óleos e a proteção natural da pele”, alerta o dermatologista Abdo Salomão. Em geral, esfoliar a pele uma vez por semana é o suficiente. “Se a pele for muito sensível, é melhor usar o produto uma vez a cada duas semanas”, aconselha Macedo.

Algumas partes do corpo são mais finas e não pedem esfoliação. A parte interna das coxas e a área próxima dos genitais, por exemplo, podem sofrer demais com a abrasão. Já os braços e antebraços, que ficam mais expostos, podem ser mais esfoliados.

Quem está passando por algum tratamento como laser, ou está bronzeada, deve evitar o esfoliante. “Essas são situações que deixam a pele muito sensível”, diz Gabriella.

Depois de aplicar o esfoliante, a pele pede cuidados especiais. É um ótimo momento para a hidratação, porque a pele absorverá os princípios ativos do creme ou loção de forma mais eficaz. “É bom usar hidratantes com camomila ou lavanda, que acalmam a derme”, sugere Gabriella.

O mais interessante é que dá para esfoliar a pele com produtos caseiros. Gabriella dá a receita: “Gosto de misturar mel com aveia para a região do rosto, que precisa de cuidados mais específicos. Para o corpo, substituir a aveia por açúcar mascavo é uma boa pedida”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.