Anunciados como rejuvenescedores, tratamentos não têm embasamento científico e podem colocar pacientes em risco

NYT

Injeções de células-tronco podem rejuvenescer seu rosto ou corpo? Provavelmente não, dizem os especialistas em cirurgia plásticas, mas os anúncios para esses tipos de procedimentos falsos abundam na Internet.

"As células-tronco oferecem um enorme potencial, mas o mercado está saturado com alegações infundadas e por vezes fraudulentas que podem colocar os pacientes em risco", afirma a equipe liderada pelo Dr. Michael Longaker, da Stanford University Medical Center, em uma revisão de estudos publicada na edição de agosto da revista científica Plastic and Reconstructive Surgery.

Procedimentos anunciados como terapia de células-tronco são, muitas vezes, apenas preenchimentos com gordura
Thinkstock/Getty Images
Procedimentos anunciados como terapia de células-tronco são, muitas vezes, apenas preenchimentos com gordura

Os especialistas dizem que os consumidores precisam ter cuidado com anúncios promovendo os benefícios dos "procedimentos minimamente invasivos à base de células-tronco”. Procedimentos com células-tronco para liftings faciais, aumento da mama e rejuvenescimento vaginal não são apenas infundados, mas também arriscados, afirma a equipe de Longaker.

Até agora o FDA, órgão dos EUA responsável pela aprovação de procedimentos estéticos, entre outras coisas, aprovou apenas um procedimento cosmético com células-tronco para tratar rugas finas faciais. E desde que esse único procedimento foi aprovado, o produto em questão foi monitorado minuciosamente.

No geral, os procedimentos de células-tronco de cosméticos não foram submetidos à análise científica significativa. Os riscos associados com células-tronco e processamento de tecidos não foram examinados de perto. Os efeitos do envelhecimento sobre as células-tronco também não são bem estabelecidos, explicam os pesquisadores na revisão de estudos.

Para investigar os anúncios que são feitos sobre os procedimentos cosméticos com células-tronco, os estudiosos realizaram uma pesquisa básica na Internet. Eles descobriram que o resultado mais comum é "lifting facial com células-tronco”. A maioria dos procedimentos usam células-tronco isoladas a partir de gordura, mas não dão detalhes sobre a qualidade das células.

Mais de 100 estudos clínicos avaliam as células-tronco derivadas de gordura atualmente, mas poucos focam em tratamentos cosméticos. Os pesquisadores alertam que os produtos utilizados nesses procedimentos cosméticos provavelmente envolvem outros tipos de células, a menos que tenha sido usado técnicas de triagem celulares sofisticadas.

Muitos dos tratamentos que usam plasma rico em plaquetas também são incorretamente anunciados como terapia de células-tronco, dizem os autores do estudo.

Enquanto isso, há apenas evidências mínimas de que os procedimentos cosméticos com células-tronco têm quaisquer efeitos antienvelhecimento, segundo os pesquisadores. Eles alertam que liftings faciais com células-tronco podem, na verdade, ser preenchimentos de gordura sem nenhum efeito antienvelhecimento prolongado.

Embora as células-tronco tenham potencial para procedimentos cosméticos nos próximos anos, os anúncios de publicidade para estes procedimentos atualmente vão além de qualquer evidência científica de segurança e eficácia, concluem os pesquisadores.

"As células-tronco oferecem um enorme potencial para aplicações cosméticas, mas temos de estar vigilantes para evitar anúncios não científicos, que podem ameaçar esse campo emergente", escreveram os pesquisadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.