Uma das maiores preocupações estéticas das mulheres, as olheiras podem ser atacadas por cremes, luz pulsada e até injeções: descubra qual tratamento é o melhor para você

Você já se olhou no espelho do banheiro antes de dormir e levou um susto ao perceber manchas escuras embaixo dos olhos? Elas aparecem em mulheres – e homens também – pelos mais diversos motivos. Além de ser característica genética, recorrente em orientais e árabes, também deve-se levar em consideração estresse, fadiga, desidratação, má circulação do sangue, problemas de rinite e sinusite, cigarro, álcool, vida noturna agitada e a espessura da pele nesta região, naturalmente fina.

“Alimentos com alto índice glicêmico também podem influenciar, já que favorecem a glicação [processo que pode acarretar envelhecimento e complicações vasculares]. Dieta balanceada é essencial, inclusive existem nutricionistas que trabalham com foco em saúde da pele”, explica a dermatologista Isabel Martinez. E é normal que, ao envelhecer, a pálpebra afine ainda mais, evidenciando os vasos.

Cremes para a região dos olhos não fazem milagres, mas melhoram o aspecto da pele. Use diariamente
Thinkstock/Getty Images
Cremes para a região dos olhos não fazem milagres, mas melhoram o aspecto da pele. Use diariamente


De acordo com pesquisa realizada pela Clinique com cerca de 600 mulheres de diferentes etnias, para entender por que as olheiras as afetam e como elas lidam com isso, descobriu-se que as manchas ao redor dos olhos estão no topo da lista de preocupações estéticas da ala feminina. “Os resultados revelaram que, apesar de elas se incomodarem, são muito céticas em relação a testes de novos cremes para essa área e, então, preferem camuflar com corretivo”, conta Ana Lia Pereira, porta-voz em skincare da marca.

E agora?
Infelizmente não existe um tratamento milagroso para livrar o rosto das olheiras, mas alguns procedimentos podem ajudar. Primeiro, é recomendado consultar um médico especialista para que ele possa analisar o caso e prescrever produtos tópicos que tenham cafeína, vitaminas K ou C, retinol e algum despigmentante. Tudo com muito cuidado por se tratar de uma área delicada. “O melhor, no entanto, é o preenchimento com ácido hialurônico, que aumenta a densidade e traz mais água para a região, hidratando-a e melhorando bastante a coloração, além de estimular fibras de colágeno. A aplicação pode ser repetida a cada 8 ou 12 meses”, explica a dermatologista Helua Mussa Gazi, diretora da Clínica Belle Santé, que também indica drenagem facial e a luz intensa pulsada com o equipamento M22, que atua contra a hemossiderina, justamente o pigmento provocador das olheiras.

Sabe aquela cena clássica do ritual de beleza com os pepinos nos olhos? Na verdade, não existe nenhuma comprovação científica de que o vegetal pode melhorar a aparência da pele. O que acontece é que o gelado contrai os vasos sanguíneos, deixando-os menos aparentes e amenizando o tom arroxeado. “Uma dica é deixar a água termal dentro da geladeira e aplicá-la ao acordar com discos de algodão”, revela Helua. Se nada disso funcionar, vale a pena fazer uma visita ao otorrino para verificar se o tom escuro é fruto de distúrbios respiratórios.

Remover a maquiagem antes de dormir deve se tornar um ritual de beleza diário, pois é durante a noite que a pele consegue se restaurar . Ana Lia ressalta que os olhos têm um forte sistema de reflexo que os protege ao mesmo tempo em que os mantêm longe de resíduos. “No processo de limpeza, o fluido em excesso e as impurezas são expelidos por meio dos canais lacrimais, que podem provocar inflamações e, em última instância, olheiras e bolsas.” E protetor solar é fundamental para evitar o envelhecimento precoce. Quanto aos adesivos (também chamados de patches) que prometem ação clareadora, Helua aconselha outros caminhos. “Devido aos princípios ativos, eles acabam combatendo mais a flacidez do que a olheira em si; há métodos mais eficazes.”

Receitinhas

Fora os produtos prescritos pelo médico, é possível combinar receitas caseiras muito simples de fazer – caso das compressas frias com chá de camomila, que contém substâncias clareadoras. Outra opção, segundo Isabel, é fazer uma massagem matinal com creme hidratante para pálpebra à base de ácido hialurônico, com camomila ou Bepantol. “Diminui o edema e relaxa. Inicie a massagem do canto interno do olho em direção ao externo, deslizando suavemente.” Mãos à obra e olhar vivo!

Veja algumas opções de produtos que melhoram o aspecto das olheiras:


Como encontrar
Avon - 0800 708 2866
Lancôme - 0800 701 7323
Clinique - 0800 892 1694
Dermage - 0800 024 1064 ou www.dermage.com.br
Kiehl’s - 0800 722 8883
L’Oréal Paris - 0800 701 6992
La Roche-Posay e Vichy - 0800 701 1551
Natura - 0800 11 55 66
SkinCeuticals - 0800 701 7371

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.