N?o e exagero dizer que, ao olhar as fotos de antes e depois de Nubia Afonso Itacaramby, parece que estamos falando de duas mulheres, uma 10 anos mais jovem do que a outra

Mas, n?o. Trata-se da mesma mulher, de 35 anos, que, antes de sua cirurgia de estomago , parecia ter muito mais do que essa idade. A goiana mudou completamente um ano e meio apos a operac?o. Seus 98 kg deram lugar a uma mulher de 53 kg, com novos cabelos e visual caprichado.

Nubia nasceu com 4 kg e, desde ent?o, nunca foi magra. Comecei a tomar remedios para emagrecer ainda adolescente, com apenas 15 anos. Eu ate conseguia perder peso, mas, passados alguns meses, eu havia ganhado tudo de novo, lamenta a auxiliar administrativa. O pior e que, as vezes, eu ganhava ainda mais peso do que tinha eliminado. E foi assim ate eu me casar, com 19 anos.

Ja casada, ela engravidou do seu primeiro filho. E, durante a gestac?o , ganhou 25 kg. E, quando esperava o segundo bebe, uma menina, engordou novamente. Depois de ter filhos, voltava a usar os medicamentos e ficava naquela rotina de emagrecer e engordar. Ate que, em certa fase, eu so engordava. Os remedios n?o faziam mais efeito, explica.

Para dar um basta, Nubia procurou um medico para fazer uma cirurgia de reduc?o de estomago, por indicac?o de uma amiga. E assim comecou a perder peso e chegar a silhueta atual . Para atingir seu sonho, ela retirou os excessos de pele que sobraram com uma cirurgia plastica e, para completar, colocou silicone nos seios.

A vitoria
Nubia define sua conquista como um sonho maravilhoso. Vestir uma roupa e se sentir bela e muito gostoso. Adoro me olhar no espelho, dar uma viradinha e dizer para mim mesma 'uau, estou podendo! , brinca ela. E o marido reconhece o quanto ela ficou bonita. Ele, que ja era ciumento, ficou impossivel. E sempre diz que estou gostosa. Veja que maravilha!, vibra. Ele fala que quem esta impossivel sou eu: com roupas justas, saias curtas e decotes.

Apesar do ciume do marido, nubia teve todo o espaco para recuperar sua vaidade e vida social . Eu n?o me arrumava, n?o saia de casa, pois tinha vergonha. Tinha vontade de ir para o clube, festas, como hoje, mas, n?o fazia nada. Vivia com a cara emburrada, comendo sem parar, sentada em frente a televis?o. Era horrivel, recorda-se.

A goiana comemora a vida nova e aproveita tudo o que pode. Sou uma mulher que tem auto-confianca, atualmente . Sou vaidosa e adoro sair. Estou vivendo hoje coisas que eu nunca vivi, nem quando era adolescente, admite ela que quer ser um exemplo para todas as pessoas que enfrentam o problema que, um dia, ela tambem enfrentou.

Leia mais sobre: emagrecer

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.