Grunge sofisticado para as mulheres que gostam de se produzir; a “não-maquiagem” para quem prefere um look limpo; e o olho marcado para as ousadas

Assim como as roupas, a maquiagem nos desfiles de moda é, cada vez mais, uma miscelânea, ao invés de um look estar na moda ou fora dela. Ainda assim, vários temas fortes parecem ter surgido das coleções do outono 2013 em Nova York.

Grunge crescido
Com seu tema básico antiglamour, o renascimento do grunge que durou várias temporadas agora tem sido complicado para a beleza. "Existe a ideia de dar uma polida no grunge, talvez para uma mulher mais produzida", disse James Kaliardos, maquiador, que trabalha com marcas como Maybelline, M.A.C. e NARS. "Na temporada passada, muitas marcas me pagaram um bom dinheiro apenas para passar hidratante nos rostos", disse ele com uma risada irônica.

Os desfiles de Derek Lam, Creatures of the Wind, Kenneth Cole, Dannijo e Carmen Marc Valvo exibiram o quesito palidez. (Embora a Escócia, a era vitoriana e outras referências ao Reino Unido – você acha que alguém tem assistido a "Downton Abbey"? – tenham substituído a era Seattle dos anos 90.)

"A pele pálida é bem Oscar Wilde, mas também barroca", explicou James Boehmer, diretor de arte global da NARS, que estava por trás do look no desfile de Carmen Marc Valvo. ("Não é para um brunch de domingo", pontuou.) Para favorecer mais o look, Boehmer ressaltou as bochechas com os múltiplos bastões furta-cor Copacabana e Luxor, da NARS. Para a Creatures of the Wind, ele fez peles foscas: um forte contraste com as pálpebras rosa-douradas.

Os lábios tendiam para as cores tipo ameixa ou de rosas murchas. Em uma nova aplicação, na Kenneth Cole, Romy Soleimani, maquiador principal da M.A.C., usou o batom popular da marca, Ruby Woo, mas depois aprofundou os cantos com lápis preto.

Para Derek Lam, Tom Pecheux da Estée Lauder usou o dedo para passar um pouquinho do batom Pure Color Vivid Shine na cor Burnished Bronze e o brilho labial Pure Color High Intensity na cor Electric Wine. "O calor dos dedos praticamente derrete e mancha o lábio desse jeito, ao invés de ficar como uma camada", disse ele. (Ambos os produtos chegarão às lojas em agosto, nos Estados Unidos.) Então, ele adicionou toques de puro preto no meio do lábio. (Atenção, góticas: não façam com muito marrom, como Claire Danes fez no SAG Awards; pode criar um efeito macabro.)

Pecheux adicionou sombras metálicas suaves no centro do olho e esfumaçou para fora, mas não usou delineador nem rímel. "Eu queria que tivesse um efeito bem suave, quase como alguns olhos asiáticos", finalizou.

Na Ruffian, Kaliardos colocou tons de rosa e vermelho nos olhos, assim como nos lábios e nas bochechas. "O desfile tem esse tema escocês e mouro, mas, na verdade, eu cheguei nessa coloração toda vermelha a partir de uma sessão de fotos que fiz com Kristen Stewart para a Vogue do Reino Unido", Kaliardos confessou nos bastidores, adicionando que ele também se inspirou em uma exibição do trabalho do ilustrador de moda Antonio Lopez. "Todo mundo tende a tentar fazê-la parecer bonitinha e sem graça", adicionou. "Kristen é mais grunge punk, uma garota forte e desafiadora."

Ele passou Love's Lure (também usado nas maçãs do rosto) e sombras Crimson Tryst da M.A.C. por toda a pálpebra (só faça isso se você tiver dormido ao menos oito horas).

"É de grande ajuda o fato de que, nesta temporada, a seleção das modelos seja mais incomum", disse Kaliardos. "Há mais caráter nas garotas e isso funciona bem com a atitude grunge."

"Olha mãe, sem maquiagem!"
Para quem tem uma sensibilidade sensata, há vários desfiles para se admirar. No da Helmut Lang, Hannah Murray, pela NARS, focou em uma pele macia (hidratante com cor e uma passada de blush Orgasm) com sobrancelhas realçadas nas morenas e arcos pouco definidos nas loiras. Os olhos tinham um brilho sutil transmitido pelo lápis de boca com brilho aveludado em Cythere (um dourado suave) aplicado com sombras cor de pele. O resultado monocromático que mal se podia notar parecia um pouco o look de uma garota de escola.

O look 'sem maquiagem' parece simples, mas é trabalhoso. O objetivo é aplicar a maquiagem de tons e de forma que o resultado pareça bem natural
Getty Images
O look 'sem maquiagem' parece simples, mas é trabalhoso. O objetivo é aplicar a maquiagem de tons e de forma que o resultado pareça bem natural


Do mesmo modo, para Alexander Wang, Diane Kendal, também da NARS, usou contornos naturais, ou "sombra e luz", como ela chama. Kendal passou lápis na linha do cílio superior e aprofundou a dobra com sobra cinza Lhasa. "Fica forte com um olho coberto", disse ela sobre o look masculino.

Até as unhas foram mantidas em "um comprimento andrógeno", disse Jan Arnold, fundador da CND, que forneceu a cor nude, Impossibly Plush, usada nelas.

No desfile de Prabal Gurung, Charlotte Tilbury usou quase nada de batom, penteou as sobrancelhas para cima e esfumaçou um bastão da M.A.C. marrom escuro por toda a pálpebra até a altura da sobrancelha. Mas as bochechas rosadas e coradas deram aos rostos um acabamento mais feminino.

Na DKNY, Charlotte Willer, da Maybelline, escolheu o "puro e simples", segundo ela, o que significa uma camada fina de BB Cream e sobrancelhas preenchidas acompanhando o arco natural. Ela não usou delineador ou rímel, o que pareceu ser uma tendência que surge nessa temporada. "Acho que pode ser a reação àqueles cílios falsos", observou. "Estamos no modo reverso."

O olho maluco
Azul ousado, definição gráfica e glitter suficiente para evocar a Mariah Carey do início dos anos 2000. Esse é o material das fantasias da Semana da Moda (e colírio para a mídia social) quando a realidade é deixada de fora.

Delineador
Getty Images
Delineador "fora do lugar", como visto do desfile de Rag & Bone, é apenas uma das "maluquices" que podem ser feitas nos olhos no outono


"É divertido poder realmente criar um look", disse Kendal, trabalhando nos bastidores da NARS em Thakoon. Ela procurou um conceito "noite de inverno" que mais parecia o "Noite Estrelada" de van Gogh, com uma base azul brilhante (a sombra Outremer e a Ubangi da NARS, com lançamento no outono do Hemisfério Norte) e uma abundância de brilho por cima (dourado nos cantos e rosa dourado no centro). Ela também não usou rímel. "Parece mais moderno desse jeito", completou. Em vez disso, para definir o olho, ela aplicou delineador preto bem na base dos cílios.

Kendal criou um look parecido, sem glitter, da Lancôme para Jason Wu: uma tonalidade brilhante de cobalto com uma forma que se estendia além dos cantos dos olhos.

Na Rag & Bone, Gucci Westman, da Revlon sugeriu uma pegada minimalista dos Swinging '60s, contornando a parte de cima da pálpebra com delineador preto e colorindo bocas com um suave rosa-arroxeado. O batom tem o apropriado nome de Supermodel.

>>> Assine a Newsletter , curta nossa página no Facebook e siga o @iGBeleza no Twitter <<<

    Leia tudo sobre: Maquiagem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.