Adriana chegou a almoçar uma barra de chocolate. Depois que aprendeu a comer, emagreceu 30 quilos ¿ e continua emagrecendo a cada dia!

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508699931&_c_=MiGComponente_C

A profissional de marketing Adriana Azevedo é apaixonada por doces. Tinha como hábito vez ou outra trocar o almoço por sorvete ou chocolate, sem culpa ou peso na consciência.

Adriana não era sedentária: praticava inclusive natação, mas teve de parar em função de uma cirurgia para a retirada das glândulas mamárias. Depois disso, engordou muito ¿ e foi ficando cada vez mais acomodada e entregue aos chocolates da vida. Resultado? Chegou aos 112 quilos, aos 26 anos de idade.

A ficha começou a cair quando entrou em uma loja e a vendedora a chamou de senhora, dizendo que lá não tinha o número que ela usava. Adriana ficou arrasada. Na época, ela tinha um namorado que vivia dizendo que ela era linda. Até que, um dia, ele disse que ela estava gorda. Resultado? Auto-estima muito abalada e relacionamento consequentemente super desgastado. Tão desgastado que acabou. E foi aí que ela resolveu emagrecer.

Fórmulas mágicas x caminho mais simples
Adriana fez todas as dietas do mundo ¿ de Atkins a dieta da Lua, passando por South Beach e dieta da fruta. Tomou também muito moderador de apetite. Resultado? Depois de parar, engordava o dobro.

Até que ela entendeu que a resposta podia estar no caminho mais simples. Consultou um bom médico, que lhe pediu para fazer um hemograma. Com o resultado em mãos, lhe passou um plano alimentar balanceado . Ali começava a famosa reeducação alimentar de Adriana.

Hoje, a dieta de Adriana se baseia em chás (verde, branco, vermelho, 30 ervas), muita água, mel (no lugar do açúcar branco), sopas, frutas, grãos integrais, peixes e frutos do mar. Ela diz que sim, vez ou outra se permite comer um pedacinho de chocolate, mas nunca mais comeu uma barra inteira. O segredo está na moderação.

Menos peso, mais saúde
Uma verdadeira reeducação alimentar não resulta apenas em perda de peso, mas também numa saúde muito melhor. O bem-estar, por sua vez, vai proporcionar mais ânimo, mais disposição e ¿ por que não? ¿ mais felicidade.

Mas Adriana ressalta a importância de não se apoiar em expectativas irreais: Eu continuo gordinha: hoje eu tenho 82 quilos e visto 46 . Minha bunda continua grande. E, quer saber? Vai continuar, porque é da minha ossatura, da minha natureza. Minha bisavó era coxuda e bunduda, assim como minha avó, minha mãe, minha tia, minhas primas. Comigo não ia ser diferente.

Adriana já perdeu 30 quilos e pretende perder mais 10. Descobriu o prazer de andar de triciclo no Parque Villa-Lobos, de São Paulo. Hoje mora no Rio de Janeiro, um antigo sonho, e já encontrou triciclos no Parque do Flamengo.

O resumo disso tudo é Adriana mesmo quem faz: Descobri que estou apaixonada pela minha felicidade . Meu corpo tem feito parte desse processo maravilhoso que é crescer interiormente.

Leia mais sobre: dieta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.