Patrícia Requião, 24 anos, era loira, virou morena e se arrependeu. Ela quer uma solução para o problema e nos mandou o seguinte email:

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508689809&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortográfico

"Por mais de 3 anos mantive o cabelo loiro, entretanto, com o afastamento da minha cabeleireira, meu inferno capilar começou. Em apenas 1 mês já cortei mais de 30 cm do cabelo e passei de loira para morena. O tom preto azulado não combinou com a minha pele muito branca e a textura do meu cabelo está cada vez mais destruída. O que eu faço para voltar a cor antiga e recuperar os fios?"

Esse é um problema típico da mulher atual. As opções de colorações são tantas que a dúvida chega a ser inevitável. O que fazer nesse caso? Não se precipite! Antes de resolver aderir a um novo visual pesquise muito. " Mudar radicalmente a cor do cabelo é como levar um verdadeiro choque! Quando você passa por esse procedimento não muda apenas o tom dos fios, muda também o contraste com seu tom de pele e todo tipo de cores que combinam com você.", explica a cabeleireira do Salão EV, Cláudia Soares.

Para não errar, a melhor dica é ir com calma. Comece alterando a cor aos poucos. Assim você vai se acostumando com o visual durante o processo e quando chegar ao resultado final, já estará mais adaptada. "É dever do cabeleireiro prevenir sua cliente de possíveis arrependimentos. Nem todo profissional topa alterar a cor do cabelo logo de cara. Mechas e reflexos são ótimas opções para mudar sem sentir tanto a diferença", conta Cláudia.

Mas não se desespere. Existe sim solução para quem se arrependeu e quer voltar a cor inicial como Patrícia. Só não vale se iludir e achar que vai conseguir o resultado de primeira. "Para não estragar os fios de vez são necessários 3 meses de transição na cor", explica Cláudia.

Como o cabelo já está danificado por causa da química anterior, o mais indicado é a decapagem , processo que utiliza água oxigenada e pó descolorante para retirar os pigmentos do cabelo tingido alcançado até 4 tons de clareamento. O fundo dos fios ainda ficará avermelhado e apenas luzes conseguirão acentuar a loirice.

"Quem passa por esse tipo de método precisa encarar a hidratação e a reconstrução capilar como rotina. Colorir exige mais dedicação do que se imagina", diz Cláudia. Os cuidados precisam ser iniciados no salão, mas a manutenção pode ser feita em casa tranquilamente. Xampus e condicionadores específicos para cabelos tingidos também são mais do que indicados.

A gente sabe que o tom dourado é o sonho de beleza de muitas mulheres e, apesar de exigir muito carinho e dedicação, ninguém pode negar que uma linda cabeleira loura é de arrasar quarteirão!

Você tem alguma dúvida de Beleza? Mande um email para duvidasdebeleza@ig.com.br . Você pergunta, a gente responde!

Leia mais sobre: tintura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.