Débora Bloch, Cláudia Raia, Adriane Galisteu e outras mulheres incríveis ontem e hoje

A gente sabe, o tempo é imbatível. Quem dera poder amadurecer sem perder o frescor da pele, o tônus muscular e aquela cinturinha dos 18 anos. Mas, para algumas mulheres, o relógio biológico parece ser um aliado. A idade avança, os filhos nascem e elas ficam ainda mais bonitas. Genética? Definitivamente sim, mas também suor, cuidados e assessoria eficiente de todo tipo.

Veja também:
Quando elas são mais velhas
Ela tem alguns anos a mais que ele, qual é o problema?
Os amores mais jovens das mulheres maduras

Débora Bloch (47, dois filhos) prefere sua versão atual. A boa estampa é de fazer inveja à garotinha que estreou no teatro aos 17 anos. “Hoje me sinto mais segura e menos ansiosa. Sei o que é bom ou não para mim”, conta ela, que mantém o shape em ordem com ioga, power plate, transport e, às vezes, pilates.


Treinos e exercícios físicos fazem parte da rotina da atriz e bailarina Cláudia Raia (43 anos, dois filhos) . Mesmo com a agenda lotada, ela força a barra e espanta a preguiça com malhação e aulas de dança. Também evita comer errado, a marmita saudável é o segredo para não cair em tentação na hora do almoço.

Além do corpo firme, Cláudia evoluiu para uma aparência mais sofisticada. Hit total dos anos 80, os cabelos crespos foram substituídos por ondas suaves tonalizadas em chocolate. O nariz também mudou depois da rinoplastia.


De Miss Paraná a estrela de TV. Grazi Massafera (27), segunda colocada no Big Brother Brasil 5, sacou rápido que para se manter em destaque na Rede Globo precisava de estilo. Contratou um personal assistant , ganhou belas roupas e se livrou do loiro amarelado. Com o “namorado saúde” Cauã Reymond ela aprendeu a ingerir “suco de luz”. O corpo, que nunca foi problema fora da telinha, ficou ainda mais enxuto com o novo life style .


Deborah Secco
(30) e Carolina Dieckmann (31, dois filhos) também figuram entre as belas da nova safra. A primeira, que despontou para a fama em “Confissões de Adolescentes”, virou um mulherão sem perder o jeito de menina. O metabolismo ajuda muito. A atriz costuma detonar um queijo quente e dois sonhos após a aula de pilates. Problema? Nenhum, pelo menos para ela, que vez ou outra pede refrigerante para o café da manhã.


Carolina Dieckmann também agradece à genética todos os dias. É naturalmente linda e não precisa de muito. Para o dia, apenas hidratante com protetor solar e rímel. O cabelo é assunto à parte: já foi morena, platinada e até careca; mas é na versão original - loiro médio com mechas clareadas pelo sol - que ela vira referência nos salões de cabeleireiros. Para derreter os 30 quilos conquistados na segunda gravidez a atriz seguiu a dieta dos pontos. Exercícios com bola e na praia intensificaram os resultados.


Atenta com as curvas, a apresentadora de TV Adriane Galisteu (36) já viveu dias difíceis. A superexposição no começo da carreira decretou o início de uma “busca neurótica” pelo corpo perfeito; e ela correu atrás, precisamente doze quilômetros nos dias mais inspirados e também mil abdominais no chão, em séries de cinquenta.


Grávida de seu primeiro filho, Adriane brinda a nova fase. “No auge dos meus 36 anos, não trocaria essa idade por nenhuma outra que já passei. Adoro o momento que estou vivendo e acho lindo uma mulher saber envelhecer”, diz.

Leia também:
Linha do tempo da beleza
Transformação: De olhos bem fechados com Rodrigo Cintra
Pesquisa Delas aponta o ideal de beleza feminino

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.