A dermatologista Dra. Adriana Cairo esclarece as dúvidas das leitoras sobre problemas da pele

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508735753&_c_=MiGComponente_C

Tenho 43 anos, pele morena e estou com a pele manchada. Após passar pela dermatologista ela me prescreveu cremes para clareamento com ácidos e disse que eu poderia fazer também peeling após umas semanas usando os cremes juntamente com protetor solar. Tenho dúvidas porque já ouvi dizer que a pele morena não é boa para fazer peeling porque mancha ainda mais. Isto é verdade? - Vanda Schmidt.

Os peelings ainda são excelentes alternativas para tratamentos de manchas. Eles podem ser classificados em químicos e físicos, sendo que os químicos podem ser subdivididos em superficiais, médios e profundos.
Para as peles morenas e bronzeadas são indicados os peelings superficiais e os peelings físicos. Como exemplo de cada um deles, podemos citar o peeling de ácido salicílico a 20 ou 30% e como peeling físico de cristal ou diamante.

Para que os riscos de manchas residuais sejam minimizados é importante realizar um preparo da pele com cremes ou loções a base de ácidos por um período de uma a duas semanas e depois realizar o peeling.

Você tem dúvidas sobre dermatologia? Envie um email com sua pergunta para coisadepele@ig.com.br !

* Dra. Adriana Cairo é dermatologista, com título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Academia Americana de Dermatologia, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e membro da Associação Médica Brasileira. Fez estágio em Cosmiatria e laser pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e é dermatologista voluntária da Campanha Anual de câncer de pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Visite o site www.adrianacairo.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.