Candidatas de Alagoas, Piauí e Santa Catarina lutam para quebrar a sequência de vitórias das morenas

Candidatas loiras estão confiantes na conquista da faixa do Miss Brasil 2011
Bruno Zanardo/ Fotoarena
Candidatas loiras estão confiantes na conquista da faixa do Miss Brasil 2011

No próximo sábado (23), três concorrentes loiras tentarão quebrar a supremacia das morenas no concurso de beleza Miss Brasil 2011. Renata Lustosa (Piauí), Stéfanie Carvalho (Alagoas) e Michelly Bohnen (Santa Catarina) são as únicas “blond girls” da disputa que reúne 27 belas garotas de todas as regiões do país.

E se em todos os outros lugares do mundo as loiras sempre chamam mais atenção, no Miss Brasil a realidade tem sido diferente. A predileção pelos fios dourados parece ter ficado de lado ao longo dos anos. Desde 2001, nove misses morenas conquistaram o prêmio. A década só não foi completa porque a dourada Carina Beduschi, representante de Santa Catarina, venceu em 2005.

Três loiras e vinte e quatro morenas concorrem ao título de Miss Brasil 2011
Fábio Nunes/Divulgação
Três loiras e vinte e quatro morenas concorrem ao título de Miss Brasil 2011

Com o cabelo castanho escuro e a pele clara, Natalia Guimarães (2007), Natalia Ardele (2008), Larissa Costa (2009) e Débora Lyra (2010) foram as últimas ganhadoras da coroa – e todas muito parecidas . As loiras não comemoram a mesma sorte e, além disso, apenas uma negra entrou para a história do concurso: Deise Nunes, do Rio Grande do Sul, foi eleita em 1986 a mulher mais bonita do Brasil.

Na contramão da morenice, Stéfanie Carvalho está confiante. “Acredito na virada das loiras. Não me sinto abalada”, conta a alagoana de cabelo mel e pontas clareadas em dois tons para o concurso. “Para uma loira vencer, basta ser boa”, diz. Renata Lustosa, a mais platinada entre as três, não tem certeza se acertou o tom, mas segue determinada. “Vai ganhar quem tiver conteúdo”, acredita a participante do Piauí.

Além da beleza do rosto e do corpo, os jurados também devem avaliar simpatia, elegância na passarela, desenvoltura e outros itens comportamentais. Para Michelly Bohnen, a cor do cabelo perde a importância diante do conjunto de qualidades que uma miss precisa apresentar. “Não acho que a cor favoreça ou prejudique, mas confesso que já ouvi dizer que loira não ganha. Estou aqui porque sou assim, sou descendente de alemães e não deixo de ser brasileira”, conta a catarinense.

Renata Lustosa (Piauí), Stéfanie Carvalho (Alagoas) e Michelly Bohnen (Santa Catarina)
Bruno Zanardo
Renata Lustosa (Piauí), Stéfanie Carvalho (Alagoas) e Michelly Bohnen (Santa Catarina)

Cuidados com os fios loiros
Os cabelos naturalmente claros ou descoloridos necessitam de maior atenção. Michelly aprendeu a cuidar das madeixas ainda em casa – a mãe é cabeleireira e ensinou os truques de beleza para a filha. Ela revela que os fios estão com mechas finas em tons de dourado para iluminar o rosto. Para suportar a nova rotina de babyliss e chapinha, a representante de Santa Catarina adotou novos hábitos. “Uma vez por semana uso um xampu especial para tirar o tom acinzentado do loiro. Também uso máscara de tratamento e ampolas para hidratar”, conta.

Já Renata aderiu ao loiro há algum tempo e ganhou o título de Miss Piauí com esse visual. “Retoco a cada quatro meses, uso xampu específico para cabelos loiros e hidrato uma vez por semana”, lista a concorrente. Stéfanie, que também faz hidratações semanais, conta que coloriu as pontas para uniformizar o “queimado de sol”. “Foi a primeira vez que fiz isso. Achei que ficou ótimo com o meu tom de pele e realçou meus olhos’, diz.

Vera Fischer estampou as capas de revista após vencer o concurso em 1969
Reprodução
Vera Fischer estampou as capas de revista após vencer o concurso em 1969
O visual do grande dia será preparado pela produção do evento, mas a ideia do look perfeito é unânime entre as loiras: muitas ondas. “Dá mais movimento e chama atenção”, explica Stefanie.

Elas já foram as preferidas
A primeira edição do Miss Brasil, em 1954, teve como ganhadora a baiana Martha Rocha. Com o cabelo curto e bem clarinho, a modelo ficou conhecida por emplacar o segundo lugar no Miss Universo. A atriz Vera Fischer, ganhadora de 1969, e a apresentadora Renata Fan, coroada em 1999, também entraram para o time de loiras que ficaram famosas após receberem a faixa de vencedora.



O concurso Miss Brasil 2011 será transmitido, ao vivo, pela Band, à partir das 22h15.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.