Descubra qual é a melhor máscara de tratamento para o seu cabelo

Além de hidratar, o produto reconstrói os fios danificados pelas baixas temperaturas do inverno. Escolha o seu!

Andrea Giusti, iG São Paulo |

Getty Images
Máscara deve ser reaplicada a cada 15 dias
Os cuidados com os cabelos devem ser constantes ao longo de todo ano, independente da estação. Diversos produtos auxiliam no condicionamento e finalização, mas são as máscaras que efetivamente hidratam e reconstroem os fios. Elas são indicadas principalmente no inverno, época em que o ressecamento se agrava devido à alta temperatura do banho, aumentando o frizz e deixando a cabeleira mais armada.

Saiba mais sobre cabelos:
Como ter franja em dois minutos sem cortar
Tratamento queridinho das estrelas no Brasil
Dez dicas fáceis para ter cachos perfeitos

Geralmente, as máscaras são direcionadas para um tipo específico de cabelo. Dessa forma, é essencial saber identificar cada necessidade. “Às vezes, a pessoa acha que o produto não é bom, não funciona, quando na verdade não foi bem escolhido”, explica Samuel Jaber, hair stylist do salão Vimax Beauty Hair, em São Paulo.

Ricardo Crepaldi, hair stylist da Casa Mauro Freire, em São Paulo, também enfatiza a importância da escolha do produto. “Se comprar um impróprio, não terá efeito nenhum. Também pode dar um resultado forte demais para aquele fio, ficar oleoso”, conta.

Para não ter erro, os profissionais indicam a leitura do rótulo da embalagem, além da orientação de um cabeleireiro para auxiliar na compra. “Se comprar um pote, não precisa usá-lo até acabar. Aliás, é errado. Tem que usar de acordo com o momento do cabelo, vai que ela tem cabelo natural e fica loira. Não serve mais”, completa Samuel.

Qual máscara combina com você?
Algumas marcas já possuem, dentro de uma mesma linha, produtos com composições e vitaminas semelhantes, mas que são específicos para diversos tipos de fios. “Os mais finos pedem produtos mais leves porque precisam de um peso molecular menor. Já os cabelos cacheados, que têm os fios mais grossos, por exemplo, precisam de mais peso para sentir esse efeito mais macio”, explica Samuel.

As máscaras também podem ser divididas basicamente em duas funções: hidratar e reconstruir. Cabelos crespos, armados, naturalmente secos e ressecados pelo efeito do secador precisam de hidratação para recuperar o brilho e dar adeus ao aspecto descuidado. Já a reconstrução é indicada para cabelos coloridos, com luzes, alisamentos e outras intervenções químicas que tenham afetado a fibra capilar, causando um dano maior e retirando a força ou a elasticidade.

Feita a escolha de acordo com o dano, o próximo passo é acertar no tipo de fio, que pode ser fino, grosso, liso e cacheado. Neste caso, a melhor dica mais uma vez é prestar atenção no rótulo.

Utilização da máscara
Outros cuidados, aliados às máscaras, potencializam os resultados e, consequentemente, a maciez dos fios. Como um xampu adequado, que deve ser aplicado duas vezes na lavagem; um finalizador leve, que pode ser um leave-in aplicado no cabelo úmido; e um soro hair repair, para ser usado nos fios mais rebeldes, como o último passo. “Lave o cabelo e pule a etapa do condicionador, ele não é necessário. A máscara é mais profunda e já desembaraça os fios”, explica Ricardo.

Geralmente, os tratamentos mais potentes pedem xampus de limpeza profunda ou da própria linha da máscara. Quanto ao leave-in e soro, a regra é simples: menos é mais. Se você exagerar, o cabelo vai parecer sujo, e não bem cuidado.

A aplicação da máscara de tratamento deve ser feita cuidadosamente, mecha por mecha. “Massageie bastante, do comprimento para as pontas. O movimento é um ziguezague na vertical”, ensina o hair stylist Getulio Cruz, do Crystal Hair, no Rio de Janeiro. “Mantenha o produto a quatro dedos de distância da raiz, assim você evita que os fios fiquem oleosos”, completa Samuel. Com o creme já nos cabelos, coloque uma touca plástica e faça uma pausa de dez minutos. Ao final, enxague e retire o excesso com uma toalha.

Prevenir o ressecamento é tão importante quanto cuidar dos fios a cada 15 dias, tempo indicado para a reaplicação do produto. “A pessoa precisa tratar o problema do foco principal, descobrir o que causa os danos e, assim, evitá-los”, finaliza Samuel. 

Veja Também:
Simule o cabelo de Lady Gaga e outras famosas
Segredinhos dos salões de beleza revelados
101 esmaltes para colorir o inverno

    Leia tudo sobre: cabelotratamentomáscaraespecial inverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG