Caracterizador da novela da Globo, Fernando Torquatto conta detalhes das transformações de Adriana Esteves, Glória Pires, Camila Pitanga, Sophie Charlotte e Juliana Alves

A cada novo trabalho, uma das funções das atrizes é entregar o visual à personagem que encarnarão pelos próximos meses de filmagem (para novelas ou filmes) ou de temporada (de peças de teatro). Manter sempre o mesmo look é problemático principalmente porque isso pode fazer o público lembrar de um papel anterior. “Cabelo de atriz não tem dono”, disse Adriana Esteves na época da série “Felizes para Sempre” (2014), da Globo.

Agora, como uma das protagonistas de “Babilônia”, a novela das nove da mesma emissora, Adriana precisou desapegar das madeixas novamente para dar cara a Inês. Pelo mesmo passaram Glória Pires (que vive Beatriz, a outra vilã da trama), Camila Pitanga (Regina, a mocinha da história), Sophie Charlotte (Alice, a romântica filha de Inês) e Juliana Alves (a empreendedora e sensual Valeska, rival de Regina).

O hairstylist e make-up artist Fernando Torquatto, caracterizador da novela, contou quais foram as inspirações e os processos para as cinco atrizes chegarem ao visual que vemos na TV de segunda a sábado – e que certamente ditarão moda nos salões de todo o Brasil.


Adriana Esteves
Como Inês é mais tradicional e não segue uma linha fashion, o corte escolhido para ela foi um chanel clássico, apenas levemente repicado. O tom castanho dourado ganhou mechas frontais delicadas. “Pensamos em algo que também ficasse elegante”, explica Torquatto. A inspiração para esse look foi o dia a dia atual, “afinal, o curto está em voga”.

O próprio Fernando Torquatto fez o corte. Kássio Lucas, que trabalha do FT Studio (salão do caracterizador), elaborou a cor. O processo levou cinco horas para ser finalizado.

Glória Pires
Beatriz é sexy e arrojada, então seu corte é um chanel de nuca, com repicado mais acentuado. “É característico das mulheres mais ousadas, o que combina muito com a personagem, e também segue a tendência dos curtos”, afirma Torquatto. Na cor, o caracterizador optou por um castanho médio com mechas caramelo.

A cor foi feita por Elza Pontes, em seu salão homônimo no Rio de Janeiro. O corte ficou a cargo de Márcio Mello, em seu salão Éclat. Somando os dois trabalhos, Glória ficou pronta para viver Beatriz em sete horas.

O ar praiano de Camila Pitanga foi conquistado com corte em camadas
TV Globo / Divulgação
O ar praiano de Camila Pitanga foi conquistado com corte em camadas

Camila Pitanga
Para dar um ar leve e praiano a Regina, Torquatto decidiu que os cabelos da atriz precisavam de um corte em camadas, valorizando seus cachos naturais. A cor de base é o castanho dourado, com mechas mel e douradas, principalmente na parte da frente. “Escolhemos esse cabelo para passar uma imagem de mulher natural e de atitude”, diz o profissional.

Cor e corte foram feitos no FT Studio, salão de Torquatto, em cinco horas.

Sophie Charlotte
Sua personagem, Alice, é jovem e cosmopolita. Por isso, o caracterizador escolheu para Sophie o corte com nuca batida e franja maior. “Pensei nele para realçar a beleza natural da atriz”, justifica. A cor de base é o caramelo e, para quebrar um pouco a solidez do tom, mechas douradas foram feitas por toda a cabeça.

A cor e o corte foram feitos pelo pai da atriz, Mário Silva, no salão Esmell, onde ele é um dos top hairstylists. Em aproximadamente três horas e meia, ela estava pronta para viver Alice.

Juliana Alves
Torquatto considerou que a decidida e direta Valeska precisava de cabelos compridos, então a atriz passou por um alongamento com megahair. A cor foi igualada em marrom dourado médio, para valorizar o tom da pele de Juliana. “É um cabelo exuberante”, derrete-se o caracterizador.

O megahair foi colocado por Orney Luna e a coloração feita no Club Capelli. Foi a transformação mais longa: unidos os dois processos, foram necessárias 12 horas de trabalho.

Juliana Alves como Valeska
TV Globo / Divulgação
Juliana Alves como Valeska

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.