Saiba como conseguir os melhores resultados no tratamento feito entre as visitas ao seu cabeleireiro

Cuidar constantemente da saúde dos cabelos é muito importante para garantir a boa aparência deles. Além de lavar os fios corretamente, uma parte essencial desse processo é a hidratação capilar, que repõe os nutrientes perdidos no dia a dia com a exposição à poluição e às mudanças do clima.

“No salão, é bom fazer uma hidratação profunda, de tratamento, toda vez que se submeter a um procedimento químico ou fizer um corte. Isso acaba sendo uma vez por mês, aproximadamente”, afirma Kadu Soares, hairstylist do Objetivo’s Cabelos e Estética.

Hidratar os cabelos em casa garante a beleza dos fios entre uma visita e outra ao salão de beleza
Thinkstock/Getty Images
Hidratar os cabelos em casa garante a beleza dos fios entre uma visita e outra ao salão de beleza


A boa notícia é que, nesse meio tempo, a hidratação pode ser feita em casa. Com a quantidade de bons produtos disponíveis em farmácias e supermercados, é possível manter os cuidados no banho e ter os cabelos sempre com aquele jeitinho de que acabou de passar pelo salão. Basta seguir as dicas de Kadu e de Sérgio Souza, hairstylist do Jacques Janine da Augusta, em São Paulo.

1. Aplique uma boa máscara de tratamento uma vez por semana
Mais que isso é desnecessário, menos que isso compromete a manutenção do brilho e da boa aparência dos fios. “Mesmo quem tem os cabelos com muita química ou platinados não precisa fazer mais que uma hidratação por semana. Basta usar um produto mais forte e adequado para o caso”, diz Kadu.

2. Escolha a máscara de acordo com as características dos seus fios
Nada de ir atrás da máscara que sua amiga jura ser milagrosa – os cabelos dela podem ser diferentes dos seus, e o resultado não será o mesmo. “Hoje em dia há máscaras para todos os tipos de cabelos: cacheados, lisos, loiros, escuros, com química, com coloração... Os rótulos têm tudo bem explicadinho e as consumidoras podem ler e confiar nelas, pois as empresas investem muito em tecnologia para desenvolver cada um desses produtos”, orienta Sérgio.

Kadu também dá a dica de analisar o pH do produto: “Quanto mais alto o pH, perto de 0,5, mais forte a máscara será, e mais adequada para cabelos fragilizados, danificados, platinados. O inverso também vale, claro. Quando mais baixo o pH, melhor para os cabelos virgens ou com pouca química, que só precisam de um brilho extra”.

3. Não acrescente produtos “de fora” à máscara
Na boa intenção de “potencializar” a hidratação caseira, é comum querer colocar um pouco de óleo capilar na máscara. Eis aí um grande erro. “As máscaras já vêm com a dose de óleo necessária, e sempre são bons óleos de argan, de macadâmia, de amêndoa. Colocar ainda mais óleo certamente deixará os fios pesados e as raízes oleosas”, argumenta Kadu. Sérgio avisa que só vale misturar produtos para chegar à máscara ideal se a escolha for por um kit de hidratação, “porque as medidas já vêm corretas de fábrica”.

4. Tire toda a máscara dos cabelos no enxague
Depois do tempo de ação indicado no rótulo do produto (normalmente de 15 a 30 minutos), passe água em abundância na cabeça, até sentir que não sobrou nenhum resíduo do creme nos fios. “Se não tirar direito, os cabelos ficam pesados e não dá para notar os resultados do tratamento. Tempo e produto perdidos”, alerta Kadu.

5. Aplique xampu antes e condicionador depois
Para chegar ao efeito desejado, a máscara de hidratação deve ser passada nos fios bem limpos. Depois de lavar os cabelos com xampu – Kadu recomenda xampu de limpeza profunda, para eliminar qualquer resíduo de xampu ou condicionador de lavagens anteriores –, a máscara é aplicada, espera-se pelo tempo de ação, enxagua-se bem e finaliza-se o processo com o uso do condicionador. Sérgio explica por que os três produtos são necessários: “O xampu abre as escamas dos fios, a máscara nutre e trata esses fios ‘abertos’ e o condicionador fecha as escamas, mantendo a nutrição e o tratamento da máscara ‘presos’. Se não passar o condicionador, as escamas ficam abertas e o efeito da máscara evapora, literalmente”.

6. Procure deixar os cabelos secarem naturalmente
Pelo menos no dia da aplicação da máscara, tente abrir mão do secador. “Passe uma toalha pelos cabelos, mas sem esfregar os fios, apenas para tirar o excesso de água mesmo, e deixe secar”, diz Kadu. Se for inevitável usar o secador, Sérgio apenas pede que a máscara escolhida seja uma com proteção térmica. “Ela impede o ressecamento causado pelo ar quente do secador, que poderia fazer perder uma parte do efeito do tratamento”, justifica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.