As mulheres que optam por abrir mão da 'moldura do rosto', têm de adotar novos cuidados e podem ousar na make

Quando foram anunciados os participantes da 15ª edição do Big Brother Brasil, Angélica chamou a atenção dos fãs do programa com seu visual careca. As mulheres do BBB costumam adotar o padrão de beleza vigente, e já houve quem tenha colocado prótese de silicone e mega hair antes de entrar no confinamento. Angélica, que é auxiliar de enfermagem e modelo, vai contra a corrente e afirma que passou até a trabalhar mais depois de raspar a cabeça.


Quem escolhe raspar os cabelos, no entanto, precisa tomar alguns cuidados especiais. O primeiro deles é com relação ao sol. "Os cabelos funcionam como um protetor solar, uma barreira física", explica a dermatologista Karla Assed. "Ao raspar os cabelos você remove essa camada, então é fundamental proteger a pele com filtro solar". O couro cabeludo sofre mais do que o rosto com o sol, já que a exposição é direta. Por isso é recomendável usar chapéu, boné ou lenço se a exposição ao sol for prolongada. 

Ao raspar a cabeça seguidas vezes, há a possibilidade de ocorrer foliculite, a inflamação dos folículos pilosos. Por isso é recomendável usar sabonete (se não houver nada de cabelos) ou xampu (se houver alguns fios) para evitar. "É comum que a foliculite apareça na nuca, que merece uma atenção especial", diz Karla. 

Na hora de se maquiar, surpresa: cabelos raspados fazem com que o leque de opções de looks se abra. "Sem os cabelos para interferir, dá para ousar muito na maquiagem. Usar cores nos olhos, na boca, sem se preocupar que eles 'briguem' com os cabelos", diz a maquiadora Renata Almeida. 

Para uma festa ou um evento especial, Renata sugere caprichar na maquiagem dos olhos. "Preencher as sobrancelhas, usar cílios postiços... tudo que embeleza o olhar vai muito bem", afirma. Brincos grandes e acessórios também arrematam o look. No fim das contas, quem precisa de cabelos?



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.