Com tantas opções, fica difícil saber qual produto é adequado para seus fios. Veja as dicas de alguns especialistas para não ficar mais em dúvida

Se antigamente todo mundo usava o mesmo xampu, hoje há os específicos para cabelos lisos, cacheados, secos, mistos, normais, oleosos e por aí vai. E, com tanta opção, fica até difícil escolher um frasco para levar para casa. Para ajudar, conversamos com especialistas para dar algumas dicas de como comprar o produto ideal.

O primeiro passo é saber exatamente qual seu tipo de cabelo. O tricologista Adriano Almeida explica que existem três origens primordiais: negroide (cabelo crespo de origem africana), mongoloide (o liso dos asiáticos) e o caucasoide (liso a ondulado de origem europeia). Mas, como o brasileiro é todo misturado (ainda bem!), essa classificação não se aplica 100%: o cabelo pode ter traços de diversas etnias, variando entre liso, ondulado, cacheado e crespo. Os dois últimos, que causam mais confusão, diferenciam-se na quantidade de cachos e no quão estreitos eles são. O cabelo cacheado tem anéis mais largos, já o crespo tem as características “molinhas”, mais estreitas.

É importante ressaltar que um xampu para cabelos lisos não vai alisar cabelos cacheados. Segundo Almeida, os xampus influenciam na hidratação e limpeza do cabelo, mas não na forma dos fios. “Para mudar o formato dos fios, só com químicas bastante agressivas, que quebram as pontes de sulfeto”, ele explica.

No entanto, cada tipo de xampu tem uma carga elétrica específica que se transfere para o cabelo. Isso, sim, pode dar mais ou menos volume às madeixas, causando a sensação de fios mais ou menos ondulados. Essa carga, aliás, permanece no cabelo com o uso continuado do mesmo produto. Por isso, é recomendável mudar de xampu com certa periodicidade.

Quanto à produção de sebo, os cabelos se classificam em: extremamente seco, seco, misto e normal. Se você usar um xampu para cabelos secos em um cabelo oleoso, aí, sim, verá uma diferença gritante na oleosidade do cabelo, pois esse tipo de produto tem hidratantes potentes. O mesmo vale para um xampu de cabelos oleosos em um cabelo seco: prepare-se para o “efeito palha”.

No caso de cabelos secos e mistos, sempre vale usar um condicionador após a lavagem. Principalmente se usar xampus anticaspa, pois eles costumam ressecar muito os fios. Nessa situação, use sempre condicionador e máscara hidratante. Já cabelos oleosos e curtos não têm tanta necessidade de hidratação complementar. “As pontas [desses cabelos] recebem o sebo com mais facilidade, por isso não precisam da ajudinha extra”, acrescenta Almeida.

null
Thinkstock/Getty Images
undefined

Já ouviu falar que xampu transparente limpa e xampu leitoso hidrata? Segundo Renata Souza, especialista em saúde capilar e sócia do Spa Dios, essa história é furada. “As diferenças não se dão em formas cremosas ou transparentes ­– meramente estéticas – e sim na composição, que pode ter agentes condicionantes ou apenas de limpeza”, ela explica.

Para saber se o xampu trata os fios e não apenas mascara os danos, atente para a composição da fórmula. De acordo com Renata, os silicones devem ser evitados, pois encapam os fios e “fingem” que cuidam dos cabelos. Já os extratos vegetais são sempre benvindos, como o de alecrim, ideal para fios oleosos, e o de aloe-vera, que ameniza dermatites. Cabelos tingidos e quimicamente tratados se beneficiam muito dos xampus com queratina e antioxidantes, que reestruturam e protegem a cor, respectivamente.

Xampus que contêm sal têm fama de vilões, mas um estudo da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), de 2011, comprovou que o sal deixa o xampu mais viscoso, mas é dissolvido na água e escorre pelo ralo, sem danificar o cabelo. Já o pH do xampu influencia muito no estado dos cabelos. Os fios tendem naturalmente para a acidez, por isso, xampus com pH balanceado – e não neutro – são ideais.

Renata ainda recomenda que o xampu seja diluído em água antes da aplicação, numa proporção de um para um. Segundo a cabeleireira, isso facilita a melhor distribuição do produto no couro cabeludo, evitando a concentração em uma só região da cabeça.

Serviço

Dove - 0800-707-7512

Elsève - 0800-701-6992

Garnier - 0800-701-0114

Head & Shoulders - 0800-701-5515

Natura - 0800-11-5566

Pantene -  0800-701-5515

Phytoervas - 0800-117-707

Seda - 0800-707-4471

Tresemmè - 0800-707-4471

Wella - 0800-701-9276


Leia também:

Guia dos cabelos cacheados: corte, hidratação e cor

Saiba como fazer, passo a passo, quatro tranças inspiradas em Game of Thrones

Frizz nunca mais! Veja dicas para evitar e disfarçar os fiozinhos arrepiados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.