A Acomplia (rimonabanto), remédio conhecido como pílula anti-barriga, já pode ser encontrada nas farmácias brasileiras.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508661793&_c_=MiGComponente_C

Segundo o laboratório Sanofi-Aventis, responsável pela venda do produto, até o final do mês a comercialização do medicamento contra obesidade estará regularizada.

Em abril de 2007 , a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já havia aprovado e a Cmed (Câmera de Regulação do Mercado de Medicamentos) liberado a venda no Brasil. A comercialização efetiva aguardava apenas o fim das negociações do laboratório em relação ao valor do produto. O preço máximo definido é de R$ 225,00 para a caixa com 28 comprimidos e os interessados só poderão comprá-lo mediante receita controlada.

Conheça mais sobre Acomplia

O novo remédio contra a obesidade bloqueia os receptores no cérebro, conhecidos como canabinóides, que induzem ao desejo de comer e a uma sensação de prazer maior do que o normal - o remédio, justamente, reproduz o efeito contrário.

No entanto, ele é indicado apenas para pacientes que possuem obesidade ligadas a fatores de risco, como diabetes tipo 2 e pessoas que apresentam aumento anormal da taxa de lipídios (dislipidemia), pois melhora o controle da taxa de açúcar no sangue, o que ajuda a regular a diabetes e aumenta o HDL, conhecido como bom colesterol.

O rimonabanto já foi aprovado em mais de 50 países em todo o mundo, porém em junho de 2007 foi vetado nos EUA por um comitê de 14 especialistas do FDA, agência que regula os produtos alimentícios e farmacêuticos no país, que decidiu observar por mais tempo os efeitos colaterais do medicamento, como depressão, ansiedade e problemas de sono.

De acordo com a Anvisa, os resultados das pesquisas clínicas demonstraram que, obedecidas as indicações médicas, o remédio é seguro.

O laboratório alerta que o medicamento não é recomendado para pacientes com histórico de distúrbios depressivos e doenças psiquiátricas não controladas.

Leia mais sobre: anti-barriga

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.