Dermatologista lança o Projeto AKNÉ para mostrar de forma lúdica que a doença, por mais severa que seja, tem cura. Veja quem são as famosas que já lutaram contra as espinhas

Imagem que faz parte do livro e da exposição AKNÉ, do dermatologista Otávio Macedo
Divulgação
Imagem que faz parte do livro e da exposição AKNÉ, do dermatologista Otávio Macedo



Para chamar a atenção para a acne, doença que atinge 56,4% da população brasileira e aproximadamente 24 milhões de jovens (cerca de 80% da população jovem do País), segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o dermatologista Otávio Macedo lança o livro "Projeto AKNÉ", que traz 45 imagens ilustrativas e bem-humoradas sobre o problema. 

Também faz parte do projeto uma exposição com 35 imagens tiradas do livro que será inaugurada nesta quarta-feira (4) na Galeria Rabieh, em São Paulo. 

Segundo o Dr. Otávio Macedo, é a primeira vez que uma doença é tratada desta maneira na medicina, com uma exposição de arte, lúdica e impactante
Divulgação
Segundo o Dr. Otávio Macedo, é a primeira vez que uma doença é tratada desta maneira na medicina, com uma exposição de arte, lúdica e impactante

Segundo o dr. Otávio Macedo, é a primeira vez que uma doença é tratada desta maneira na medicina, com uma exposição de arte, lúdica e impactante. Depois da mostra na galeria, as imagens serão expostas em escolas públicas e particulares, museus, centros educacionais e em eventos médicos. Ainda há a pretensão de lançar um aplicativo com esse material. 

“É uma oportunidade de realizar um trabalho inédito e com possibilidade de levar a milhões de pessoas informações preciosas que trarão alívio, apoio e cura - talvez a missão mais nobre de todos nós que trabalhamos na área da saúde”, diz o dermatologista. 

35 imagens retiradas do livro 'Projeto AKNÉ' estarão expostas na Galeria Rabieh, em São Paulo
Divulgação
35 imagens retiradas do livro 'Projeto AKNÉ' estarão expostas na Galeria Rabieh, em São Paulo

>>> Veja quem são as famosas que já declaram ter lutado contra acne: 




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.