ver novamente
  • Aquário
  • De 21/01 a 20/02

Horóscopo de Hoje - 01/08/2014

Monica Horta, astróloga do Delas

O clima de tango argentino que aparece quando Vênus e a Lua se desentendem com Plutão traz a tentação de abandonar a diplomacia e as atitudes civilizadas e mostrar para todo mundo o que se passa no seu coração. Procure uma pessoa amiga para desabafar. Isto seria um desastre no trabalho.

Recados dos Astros

Monica Horta, astróloga do Delas

O céu está oferecendo uma grande clareza sobre os seus sentimentos e muita vontade de lutar por eles. Não deixe que a vergonha e a timidez cortem o seu barato.

Céu de Hoje

Monica Horta, astróloga do Delas

Um dia marcado pelo confronto entre a razão e a emoção. A harmonia entre o Sol em Leão e a Lua no signo de Libra dá um destaque muito grande para a comunicação e para questões do pensamento. Mas, ao mesmo tempo, a Lua ativa a quadratura entre Plutão e Urano, coloca em risco a nossa casca de civilização e nos põe em contato com nossos impulsos e desejos.

Tendências amorosas

Monica Horta, astróloga do Delas

A semana para o signo

Monica Horta, astróloga do Delas

A Lua Nova e a generosidade de Júpiter na casa que está relacionada com os relacionamentos permanentes podem trazer novidades capazes de transformar a sua vida. Desde que você desista de conquistar e concorde em ser conquistado. É tempo de receber.

O perfil de Aquário

Os que nascem nesta época do ano vão ter que integrar nas suas vidas a contradição interna que marca o destino dos aquarianos.

Ricos ou pobres, bonitos ou feios, inteligentes ou burros, todos tem dentro de si uma centelha de rebeldia, uma curiosidade universal e um fascínio pela passagem do tempo. Aquário é regido por dois planetas que à primeira vista parecem antagônicos. É o espaço do céu que Saturno, o deus do tempo e dos limites, tem que dividir com Urano, o senhor do caos e da liberdade. Desse encontro de gigantes podem nascer pessoas diferentes, até mesmo opostas. Se a força maior é de Urano, aparecem os revolucionários, os subversivos, que em qualquer área em que atuem vão se dedicar a recriar o novo. Como Mao Tse Tung fez com a China, como Christian Dior fez com a alta-costura, como Mozart fez com a música ou James Joyce com a literatura. Querendo ou não, os aquarianos desse tipo tem um encontro marcado com uma revolução. Se não estiverem ao lado dela, vão ser vítimas dela. Como Luiz XVI, o rei que acabou na guilhotina. Quando o peso maior é para Saturno, aparecem os aquarianos que vão se dedicar a conservar e a reorganizar tudo o que o tempo traz. Colecionadores, historiados, cientistas, ou ditadores. A psique dos que nascem neste signo oscila entre a contestação e a ditadura. Mas todos tem uma coisa em comum: a necessidade de fazer parte de um grupo, mas participar dele como uma pessoa independente. Por causa da influência de Saturno, sabem que, sob um determinado ponto de vista, todos os homens são iguais, mas por causa de Urano tem a consciência de que nunca existiram nem vão existir dois homens iguais sobre a face da Terra. O destino dos aquarianos é passar de Saturno a Urano. É passar do passado ao futuro sem se preocupar com o presente. Porque para eles, o presente não existe.

últimas notícias

      Todas as notícias