Sexo oral: “É mais fácil dar prazer que receber”

Para terapeuta americano, homens adoram fazer carícias com a boca, mas mulheres têm encanações demais

Júlia Reis, iG São Paulo |

Divulgação
Para Ian Kerner, as mulheres precisam saber que os homens adoram fazer e receber sexo oral
O sexo oral é uma das formas mais eficazes de levar uma mulher ao orgasmo. Mas essa prática tão prazerosa ainda desperta inseguranças femininas, segundo o terapeuta americano Ian Kerner, especialista em sexo e relacionamentos.

Leia também:
Mulheres se preocupam com a região íntima
Como enlouquecer o parceiro na cama
Apimente a relação com 30 posições sexuais

Em seu livro “She Comes First” Kerner afirma que, ao contrário do que muitas mulheres pensam, os homens gostam sim de fazer carícias com a boca nas parceiras – em são elas que se sentem desconfortáveis, preocupadas com a satisfação do outro ou com o próprio corpo. Em entrevista exclusiva ao iG Delas, o autor de Best Sellers como “Amor nos tempos da cólica” rebate alguns desses complexos e afirma que as mulheres têm baixa autoestima vaginal e sexual.

Delas: As mulheres têm dúvidas se os homens gostam de fazer sexo oral nelas ou se estão ali por obrigação. Quais as principais inseguranças que justificam isso?

Ian Kerner: Mulheres precisam saber que os homens adoram fazer sexo oral tanto como gostam de receber. Elas se preocupam se está levando tempo demais ou que não cheiram bem lá embaixo, quando na verdade a vulva e os pelos pubianos contribuem para o desejo masculino porque têm feromônios. Além disso, as mulheres acreditam que seus genitais não são atraentes e isso tem muito a ver com os filmes pornôs nos quais só aparecem mulheres com vaginas perfeitas.

Delas: Então as mulheres se sentem mais tímidas para receber sexo oral que para fazer no parceiro?

Ian Kerner: Sim, para muitas mulheres é mais fácil dar prazer que receber. É só olhar para as revistas femininas: há milhares de dicas para agradar um homem e poucas para receber prazer. É comum também que elas tenham baixa autoestima sexual e genital. Com isso, não conseguem relaxar e encontram dificuldades para chegar ao orgasmo.

Delas: E quais as recomendações que você dá para as mulheres que ficam desconfortáveis na hora de receber sexo oral?

Ian Kerner: Aproveite. Não há problema em dar um retorno do que é gostoso e o que não é. O sexo oral é a forma pela qual a maioria das mulheres atinge um orgasmo. E se você não está se sentindo tão bem com seu corpo, diminua as luzes.

Getty Images
Mulheres se preocupam com o aspecto e o cheiro do próprio corpo
Delas: Mas não são só as mulheres que têm restrições, certo? Alguns homens também evitam fazer sexo oral. Estão sendo egoístas na cama ou eles também têm encanações? E há um jeito melhor de pedir esse tipo de carícia?

Ian Kerner: Quando um homem evita o sexo oral pode ser que ele não saiba bem o que está fazendo ou não tenha experiência. É possível tentar uma abordagem natural, propondo uma posição como a 69, por exemplo. Faça isso como parte de uma fantasia sexual, mostrando o quanto o sexo oral agrada. Mas se o parceiro estiver sendo insensível com o prazer da mulher, talvez não valha a pena gastar tempo com ele.

Leia mais:
Orgasmocracia: você tem que gozar, muito!
Especial treinamentos eróticos: Sexo Oral
10 perguntas respondidas sobre sexo anal

    Leia tudo sobre: orgasmosexo oralsexoprazer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG