Vibrador tem tecnologia de videogame de última geração

Dispositivo permite que o parceiro controle, por meio de movimentos, o tipo e a intensidade da vibração do brinquedo erótico usado pela mulher

Ricardo Donisete (iG São Paulo) | - Atualizada às

Divulgação
Custando por volta de R$500, o vibrador Lyla utiliza tecnologia similar ao Wii e é campeão de vendas da Lelo no Brasil

A empresa de artigos eróticos Lelo está usando a tecnologia de um videogame de última geração para fazer vibradores safadinhos.

“Nós usamos características similares ao Wii em nossos aparelhos”, explica Paulo Guimarães, diretor da Lelo no Brasil, se referindo ao famoso jogo eletrônico da Nintendo.

Funciona da seguinte forma: o homem, que pode estar até doze metros de distância, controla o tipo e a intensidade das vibrações do “brinquedo” por meio de um controle remoto sensível ao movimento. Do outro lado, a mulher recebe os estímulos.

De acordo com Paulo, os vibradores com controle remoto lideram o ranking de vendas nos 50 países em que a marca atua, incluindo o Brasil. Além da tecnologia, eles fazem sucesso por seguirem uma tendência forte no mercado atual: a dos produtos feitos para serem usados a dois. “As nossas pesquisas mostram que mais de 50% dos casais já usam regularmente brinquedos sexuais para apimentar as suas vidas amorosas”, revela o diretor.


Mais de Amor e Sexo: 
Vibrador pode ser o melhor amigo da mulher
Mulheres lideram o consumo de produtos eróticos no Brasil
Vibrador de ouro e sex toys lúdicos são destaques da Erótika Fair
Empresa distribui 10 mil vibradores de graça em Nova York


CADASTRE-SE PARA RECEBER A NEWSLETTER DO DELAS, CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK  SIGA O @DELAS NO TWITTER e consulte o horóscopo diário do Delas, por Monica Horta

Leia tudo sobre: vibradoresorgasmoprazersexobrinquedos eróticos

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG